quarta-feira, 12 junho 2024
Whatsapp | (24)99901-1961

Cidades

Volta Redonda: CSN diz a prefeito que vai agilizar reforma na sinterização

17/05/2024 15:22:37

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) vai agilizar, a partir da próxima semana, os trabalhos de reforma na área da sinterização, iniciadas no ano passado. A expectativa é que até junho mais mil pessoas sejam contratadas para reforçar o serviço, que entrará na reta final em setembro, quando chegarão os equipamentos que vão permitir trocar os precipitadores eletrostáticos – filtros que seguram a emissão do pó preto.

A informação foi dada nesta sexta-feira (17) pelo diretor-executivo de Siderurgia da CSN, Alexandre Lyra, em uma reunião na Usina Presidente Vargas com o prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto. Também participaram o vice-prefeito Sebastião Faria e os secretários municipais de Obras, José Jerônimo Teles, e de Comunicação, Rafael de Paiva, além do deputado estadual Munir Neto.  O objetivo da reunião foi acompanhar as ações da empresa para reduzir a emissão do chamado “pó preto”, principalmente com a chegada do período de seca.

Na reunião, a CSN informou ainda ao prefeito que, somente nesta fase, vai investir R$ 700 milhões. A cifra deve crescer, pois a Aciaria também passará por um amplo processo de reforma e modernização.

A CSN adquiriu em definitivo os 12 canhões de névoa que, inicialmente, foram alugados para atender emergencialmente a usina, informou ainda a empresa. O trabalho com equipe de rapel prossegue para limpeza de áreas altas, assim como a aplicação de polímero com 500 mil metros cúbicos por mês nas pilhas; e começará nos próximos dias um teste de limpeza a partir de drones.

O prefeito também recebeu informações sobre o aumento de pessoal e maquinário para limpeza da usina. Em janeiro, após a primeira vistoria da prefeitura, eram 250 pessoas atuando diretamente na retirada de sujeira nas ruas e estruturas de produção da usina. Agora, em maio, esse efetivo chegou a 380 trabalhadores.

Em relação ao maquinário usado na limpeza, Lyra explicou que eram 34 em funcionamento em janeiro, chegando a 43 em maio. “Temos um período crítico se aproximando e a reunião serviu para ver que o trabalho está em andamento. A maior prova disso são as contratações de pessoal e o gasto com equipamentos. Veremos como as coisas vão andar. Escutamos a empresa, estamos atentos à população e vamos buscar sempre o que for melhor para nossa cidade”, disse Neto, segundo sua assessoria. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

12:34 Cultura