terça-feira, 09 agosto 2022
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Rio: pediatra é agredida por mãe de criança

Caso aconteceu justamente no Dia do Pediatra

30/07/2022 19:00:48

A médica Andrea Cabral foi agredida pela mãe de uma criança de 2 anos, no mesmo dia em que prestou o atendimento, no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, no Rio. O caso aconteceu na última quarta-feira (27), justamente no Dia do Pediatra, mas só neste sábado veio a público.

O motivo da agressão, segundo a médica, teria sido a insatisfação da mãe com o valor dos medicamentos prescritos, que ela não encontrou nas farmácias. Andrea atendeu a criança pela manhã e receitou um antibiótico genérico para o tratamento de pneumonia. À noite, foi atacada fisicamente pela mulher. A agressão foi registrada na delegacia de Realengo.

"Atendi a criança com muita atenção e cuidado, pedi exames de imagem e foi constatada pneumonia. Prescrevi antibióticos genéricos para o tratamento da criança, deixando claro ao pai, que já havia apresentado certa agressividade na fala, a falta de insumos e fabricação de medicações em geral. Por volta das 18h50min, quase ao fim do meu plantão, fui surpreendida dentro do meu consultório pela mãe dessa criança, que havia ficado indignada com o preço e a falta de tal medicamento prescrito, alegando que eu havia receitado os medicamentos com certa maldade, pois, de acordo com ela, eu não havia ficado satisfeita com a postura de seu marido. Logo em seguida, expliquei novamente o problema da falta de insumos. Ao me virar para recolher minhas coisas e ir embora, fui covardemente agredida pela mesma", relatou Andrea em uma rede social.

A médica reclamou ainda do tratamento recebido durante o Registro de Ocorrência na delegacia: “"Na mesma noite, fui à delegacia registrar BO, onde mais uma vez fui surpreendida pela lei, com a alegação de que essa mulher só poderia ser presa se tivesse danificado algum patrimônio público, e que, mesmo ela tendo ferido minha integridade física e moral, não haveria punição".

Diante da publicação, a Polícia Civil informou que a delegacia ouviu a vítima e que aguarda o comparecimento dos outros envolvidos e que ainda que está em busca de informações que ajudem a esclarecer os fatos. Com informações do jornal Extra. (Foto: Reprodução de rede social)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

10:41 Polícia