sexta-feira, 30 julho 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

OSs que atuaram em VR terão sigilo quebrado por CPI da Covid

17/06/2021 07:21:01

Duas organizações sociais (OS) que atuaram em Volta Redonda até o ano passado, administrando hospitais públicos, estão entre as que terão o sigilo quebrado pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid-19, do Senado Federal. A decisão foi tomada após o depoimento à CPI do ex-governador do Rio, Wilson Witzel.

Entre as instituições citadas e que terão os sigilo quebrado estão a Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE), que foi responsável pela gestão do Hospital São João Batista, e Instituto Mahatma Gandhi, que administrou o Hospital Municipal Munir Rafful, o Hospital do Retiro. O ex-prefeito Samuca Silva rompeu os contratos com as duas OS após a ação que resultou no afastamento de Witzel do cargo de governador, por ordem judicial, e que culminou com seu impedimento para permanecer no cargo.

Os problemas entre a AFNE e a hospital levaram a Justiça de Volta Redonda a intervir no Hospital São João Batista, em novembro do ano passado, situação que perdura até hoje, apesar da expectativa do atual governo de retomar a administração.

Em seu depoimento à CPI, Witzel acusou as OSs de continuarem operando no Rio de maneira ilícita, pagando propina a autoridades públicas. Ele também acusa prestadores de serviço de hospitais federais e estaduais do Rio de participarem do suposto esquema.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

16:42 Estado