sábado, 19 junho 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Governo de MG estende onda roxa em 815 cidades até 11 de abril

Medida foi anunciada no início da tarde desta 4ª feira

31/03/2021 15:37:07

O governo de Minas Gerais anunciou, no início da tarde desta quarta-feira (31), a prorrogação da “onda roxa” em 815 das 853 cidades do estado até 11 de abril. Antes, a medida, que estabelece normas mais restritivas à circulação de pessoas com o objetivo de conter o avanço da COVID-19, valeria até o dia 4.

Apenas as 27 cidades da macrorregião de saúde Triângulo do Norte e as 11 da microrregião Patos de Minas avançam, a partir da próxima segunda-feira, à “onda vermelha” do programa Minas Consciente, que determina medidas contra o coronavírus. A decisão foi tomada em reunião do Comitê Extraordinário Covid-19 do governo mineiro.

"As outras localidades ainda não apresentaram uma queda sustentada na taxa de óbitos e de ocupação em leitos de UTI e, por isso, deverão seguir as medidas mais restritivas pelo menos até 11 de abril", anunciou o governo.

A administração estadual se baseia em parâmetros epidemiológicos (número de novos casos e mortes, índice de disseminação do vírus e ocupação de leitos) para tomar as decisões. Os municípios do Triângulo do Norte e da microrregião de Patos de Minas passaram à fase roxa antes de boa parte do estado. Por isso, apresentaram melhora consistente nos números.

As outras 815 cidades mineiras ainda não têm condições, na avaliação dos especialistas, de afrouxarem as medidas restritivas. Minas Gerais vive o pior momento da pandemia e, recentemente, tem registrado recordes de casos e mortes diários. O estado acumula 1.123.913 infecções por Covid-19 e 24.332 óbitos decorrentes da doença, segundo os números oficiais.

ONDA ROXA - A onda roxa é a mais restritiva do programa Minas Consciente e estabelece medidas como toque de recolher das 20h às 5h, proibição de eventos em espaços públicos ou privados e da circulação de pessoas sem o uso de máscara de proteção, seja em espaços públicos e privados, que sejam de uso coletivo, e veto às reuniões presenciais, inclusive de pessoas da mesma família que não coabitam.

A onda roxa autoriza o funcionamento apenas de setores essenciais, como o de alimentos (excluídos bares e restaurantes, que só podem atender via delivery); serviços de saúde; bancos e transporte público, entre poucos outros. Todas as cidades devem respeitar o toque de recolher entre 20h e 5h. (Foto: Silvan Alves / Muriaé - MG)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

08:57 Cultura