domingo, 21 julho 2024
Whatsapp | (24)99202-0053

Esporte

Futebol de luto: morre Palhinha, um dos maiores ídolos do Cruzeiro

Ele atuou por outros grandes time do futebol brasileiro

17/07/2023 11:51:49

Ex-atacante estava internado em hospital de Belo Horizonte O futebol brasileiro está de luto. Morreu na manhã desta segunda-feira, aos 73 anos, o ex-jogador Palhinha, um dos maiores ídolos de toda a história do Cruzeiro. Ele estava internado em um hospital de Belo Horizonte e não resistiu a uma infecção. Vanderlei Eustáquio de Oliveira jogou também pelo Atlético-MG e Corinthians.

Palhinha nasceu em 11 de junho de 1950, em Belo Horizonte. Ele começou no futsal do Cruzeiro, aos 14 anos, e depois migrou para o futebol de campo. Seu primeiro jogo pela equipe profissional da Raposa ocorreu no dia 27 de abril de 1968, aos 18 anos, na vitória de 3 a 1 sobre o Araxá. Por sua vez, o primeiro gol com camisa celeste só ocorreu em julho de 1969, no triunfo sobre o Sete de Setembro, por 2 a 0.

O ápice de Palhinha com a camisa do Cruzeiro foi o título da Copa Libertadores da América 1976. O Cruzeiro sagrou-se campeão do torneio pela primeira vez. Grande nome da campanha, Palhinha marcou 13 gols e se tornou o maior artilheiro brasileiro em uma só edição da Copa Libertadores.

Palhinha é o nono jogador com mais partidas pelo Cruzeiro, com 457 jogos, e o sétimo maior artilheiro do clube, com 145 gols. Ele atuou na Raposa até 1976, voltando em 1983 até 1984. Pelo clube mineiro, conquistou sete campeonatos estaduais, além da Copa Libertadores.

Palhinha também vestiu a camisa do Atlético, arquirrival cruzeirense. Ao todo, participou de 77 jogos, contribuindo com 27 gols. Ficou no clube de 1980 a 1981. No Galo, conquistou os Campeonatos Mineiros nos dois anos.

“O Galo lamenta o falecimento de Palhinha, ex-jogador e ídolo do Clube, que nos deixou hoje pela manhã, aos 73 anos. Palhinha foi um dos grandes atletas do futebol brasileiro. No Galo, foi um dos craques daquele histórico time do início da década de 80, conquistando o Campeonato Mineiro em 1980 e 1981, além de ter chegado à final do Brasileiro de 80. Nossa solidariedade aos familiares e fãs”.

Palhinha chegou ao Corinthians em 1977, comprado por US$ 1 milhão, a maior transação do futebol brasileiro na época, segundo o site do clube paulista. Entre 1977 e 1980, ele disputou 148 jogos com a camisa corinthiana e marcou 44 gols, um dos quais na primeira partida da final do Paulistão de 1977. O time acabaria com um jejum de quase 23 anos sem grandes conquistas. Além do histórico título, o ex-jogador foi campeão paulista também de 1979.

O ex-jogador também atuou por Santos, Vasco e América-MG. Na Seleção Brasileira, fez 18 partidas, com seis gols marcados.

Palhinha também treinou América, Atlético, Cruzeiro, Rio Branco de Andradas, Corinthians, União São João de Araras-SP, Ferroviário-CE, Inter de Limeira-SP e Villa Nova-MG. Com informações do Estado de Minas e portal ge. (Foto: Reprodução / TV Globo)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

07:48 Esporte