quarta-feira, 12 junho 2024
Whatsapp | (24)99901-1961

Estado

Comissão da Pessoa Idosa da Alerj lança estatuto em braile

18/04/2024 11:49:15

Mais de 3,2 milhões de pessoas idosas de todo o país possuem algum tipo de deficiência visual. Foi pensando nos desafios enfrentados por esse público para acesso a seus direitos que a Comissão da Criança, do Adolescente e do Idoso da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) lançou na quarta-feira (17) o Estatuto da Pessoa Idosa em braile.

O evento, realizado no auditório da Escola do Legislativo (Elerj), teve a participação de mais de 100 pessoas, muitas idosas ou com algum tipo de deficiência, não somente a visual. Na ocasião, representantes de instituições que atendem a esse público receberam exemplares da publicação, transcrita de forma inédita para o sistema braile pela Rede Ibero-Americana de Associações de Idosos (Riamm).

“Proporcionar a leitura em braile do Estatuto da Pessoa Idosa é garantir o direito do saber também a estas pessoas com deficiência visual, sem que necessitem da ajuda de terceiros”, frisou o deputado estadual Munir Neto (PSD), presidente da comissão.

A presidente da Riamm Brasil, Maria Machado Cota, lembrou que o estatuto em braile é um produto para melhorar a qualidade de vida dos idosos com deficiência visual: “O projeto braile surgiu na pandemia, quando identificamos muitas pessoas idosas vivendo sozinhas. Esse é o idoso mais invisível”.

A versão em braile contém 86 páginas e sua elaboração levou mais de seis meses.  

O presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa e diretor da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAPVR), Geraldo Vida, também falou da importância do documento como ferramenta de inclusão para pessoas acima de 60 anos. “Ficamos impressionados com a seriedade e relevância do trabalho”.

No próximo dia 22 de maio, haverá o lançamento regional do estatuto também em Volta Redonda.

O artigo 3º do estatuto foi lido pelo defensor público Valmery Guimarães, que tem deficiência visual, chamando a atenção para sua importância: “É obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar à pessoa idosa, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária”.

A Riamm busca agora apoios para impressão de novos exemplares para ampliar a distribuição do Estatuto da Pessoa Idosa em braile no país. De acordo com a entidade, cada kit, que contém ainda o audiolivro em MP3, custa de R$ 250 a R$ 300, dependendo do tipo de encadernação. Os exemplares já distribuídos gratuitamente até o momento foram financiados inteiramente pela Riamm.

O evento contou ainda com apresentação da cantora Inês Helena, que é, ao mesmo tempo, uma pessoa idosa e com deficiência visual. Ela tem 71 anos e perdeu a visão aos 4, mas encontrou na arte uma razão para sua vida, dedicando-se à música e à poesia. Também participaram as superintendentes da Pessoa com Deficiência e da Pessoa Idosa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SedsoDH), Jocelene Tavares e Simone Tourino, respectivamente, além de representantes dos conselhos municipais de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência e das secretarias municipais de Assistência Social, dentre outros. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:41 Cidades