sábado, 04 dezembro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Cidades da região têm atos em favor de Bolsonaro

Em SP, presidente diz que não cumprirá mais decisões de ministro do STF

07/09/2021 18:16:42

O feriado de 7 de Setembro foi marcado por manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro em cidades da região. Em Volta Redonda, os manifestantes – incluindo motociclistas – se reuniram na Praça Brasil, na Vila Santa Cecília e depois percorreram ruas do bairro. Em Barra Mansa a manifestação foi na Praça da Matriz, no Centro. Em Resende, os apoiadores de Bolsonaro se reuniram no Parque das Águas, no Jardim Jalisco, de onde caminharam até a entrada da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman).

Bolsonaro participou de duas manifestações. Pela manhã, em Brasília, e à tarde, em São Paulo. Na capital paulista, o presidente da República afirmou que não vai mais cumprir as decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro, outros integrantes do STF e governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate ao coronavírus.

“(...) Qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou, ele tem tempo ainda de pedir o seu boné e ir cuidar da sua vida. Ele, para nós, não existe mais". Disse ainda, se referindo a Moraes, que “ou esse ministro se enquadra ou ele pede para sair (...) Deixa de ser canalha. Deixa de oprimir o povo brasileiro, deixe de censurar o seu povo. Mais do que isso, nós devemos, sim, porque eu falo em nome de vocês, determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade", completou.

Alexandre de Moraes é responsável pelo inquérito que investiga o financiamento e organização de atos contra as instituições e a democracia e pelo qual já determinou prisões de aliados do presidente e de militantes bolsonaristas. Bolsonaro é alvo de cinco inquéritos no Supremo e no Tribunal Superior Eleitoral. Moraes vai ser presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no próximo ano.

Na segunda (6), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), Alexandre de Moraes determinou à Polícia Federal as prisões de envolvidos na organização de atos contra as instituições e a democracia, além de buscas e apreensões em endereços e bloqueio de contas bancárias. As decisões de Moraes atenderam a solicitações da Procuradoria-Geral da República (PGR). Os pedidos de medidas cautelares foram assinados pela subprocuradora Lindôra Araújo. (Foto: Redes sociais)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:31 Cidades

close