quarta-feira, 19 janeiro 2022
Fale Conosco | (24)3343-5229

Lazer

Mauá discute sustentabilidade de estrada

29/09/2011 17:07:42

Um dos projetos associados à implantação da estrada parque Capelinha-Mauá, em Resende, é a criação de um portal de acesso, com a cobrança de uma tarifa ambiental e o controle de acesso dos visitantes. Esse projeto já foi implantado com sucesso na região de Bonito, no Mato Grosso do Sul, e em Ilhabela, no litoral paulista. Essas experiências serão discutidas num grande seminário, hoje, das 8 às 16 horas, no Hotel Bühler, em Visconde de Mauá.

O evento, uma iniciativa da Associação Turística e Comercial da Região de Visconde de Mauá (Mauatur), quer trocar informações e atualizar a população para as questões de administração de áreas turísticas de grande interesse. O presidente da Mauatur, Osvaldo Caniato, acredita que a estrada será um grande indutor de desenvolvimento para a região, com a melhoria de serviços precários hoje nas três vilas que compõem o complexo turístico – Visconde de Mauá, Maromba e Maringá.

“A expectativa é que a estrada nos ajude a conseguir avanços na área da saúde, transportes, qualificação de mão de obra. Hoje, quem vem para Visconde de Mauá fica isolado do mundo. Com a melhoria da estrada e uma melhor qualificação do nosso turismo as empresas demonstrarão interesse em melhorar o serviço oferecido à população”, afirmou Caniato.

O secretário de obras em exercício, Vicente Loureiro, acredita que essa discussão será essencial para definir parâmetros e buscar formas de se adequar às novas oportunidades que irão aparecer. Ele pretende conhecer os projetos e usar as experiências no projeto que vem sendo desenvolvido, não apenas na pavimentação da rodovia, mas também na urbanização e qualificação turística das vilas.

“Fomos convidados para observar o trabalho que foi feito nas outras cidades e tentar adequar esses avanços para a população ao nosso projeto. Acho essencial a participação, até para que as pessoas possam compreender a dimensão da obra que está sendo feita na região e saber que estamos sempre em contato com as melhores práticas para refinar as nossas ações”, explicou Loureiro.

A Região de Visconde de Mauá está dividida entre os municípios de Resende (Visconde de Mauá) e Itatiaia (Maromba), no Rio de Janeiro, e Bocaina de Minas (Maringá), em Minas Gerais. Com população de seis mil habitantes, tem no turismo a sua principal atividade econômica, com cerca de 200 estabelecimentos nos segmentos de hotelaria, gastronomia e comércio.

Contemplada com recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), numa parceria entre os governos federal e estadual, terá investimentos na construção da primeira estrada parque do estado; revitalização da estrada que liga Maromba à Ponte dos Cachorros; revitalização das vilas de Visconde de Mauá, Maringá e Maromba; e no projeto de saneamento e construção de estações de tratamento de esgoto.

 

 

 

 

 

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

08:42 Internacional