domingo, 21 julho 2024
Whatsapp | (24)99202-0053

Especiais

Juro de empréstimo e cheque especial sobe aos níveis de 2003

29/09/2011 16:46:07

Segundo pesquisa da Fundação Procon-SP divulgada nesta quinta-feira (13), tomar dinheiro emprestado em linhas de crédito pessoal e cheque especial ficou mais caro em novembro em alguns dos principais bancos do país.

De acordo com levantamento, a taxa média dos bancos pesquisados para empréstimo pessoal subiu de 6,04% ao mês em outubro para 6,15% ao mês. No cheque especial, as taxas passaram em média de 8,96% ao mês para 9,24% ao mês, a maior taxa desde julho de 2003 (9,27%).

Segundo a Fundação Procon-SP, que pesquisou preços de dez bancos do Brasil, cinco elevaram o custo do empréstimo pessoal: Bradesco (de 5,47% para 5,99% a.m), Itaú (de 6,89% para 7,09% a.m), Real (de 7,95% para 8,15% a.m), Santander (de 5,90% para 6,00% a.m) e HSBC (de 4,82% para 4,85% a.m).

Já no cheque especial, a elevação ocorreu em seis instituições: Bradesco (8,05% para 8,64% a.m), Real (9,28% para 9,85% a.m), Safra (11,79% para 12,30% a.m), HSBC (8,91% para 9,25% a.m), Unibanco (8,39% para 8,59% a.m) e Itaú (de 8,75% para 8,95% a.m.).

O encarecimento das taxas de crédito é um dos principais efeitos da crise no Brasil. O BC tem tomado uma série de medidas para injetar mais dinheiro no mercado e combater a escassez de crédito, como a nova mudança nas regras do compulsório anunciada nesta quinta.

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:39 Política