quarta-feira, 19 janeiro 2022
Fale Conosco | (24)3343-5229

Internacional

África do Sul registra o episódio mais violento dos últimos 18 anos

17/08/2012 08:36:12

Pelo menos 36 pessoas morreram em decorrência de um confronto entre mineiros e policiais, no Noroeste da África do Sul, na região de Marikana. Há informações que a polícia atirou contra os trabalhadores, que reivindicavam aumentos salariais. Anteriormente, dez pessoas, inclusive policiais, foram mortos também durante protestos. A mina da Companhia Lonmim é uma da maiores produtoras mundiais de platina, com 28 mil funcionários.

Para especialistas, é o confronto mais grave registrado no país desde o fim do regime do apartheid (que não concedia direitos à população negra) em 1994. O secretário-geral do Sindicato Nacional de Mineiros (cuja sigla é NUM), Frans Baleni, lamentou as mortes. “Estou extremamente triste. Essas mortes poderiam ter sido evitadas”, disse.

Os confrontos começaram na tarde de quinta-feira, quando os policiais tentaram dispersar os mineiros, que protestavam. Os mineiros se reuniram para exigir melhoria nas condições de trabalho e elevação dos salários de US$ 480 para aproximdamente US$ 1.640. Os protestos começaram há uma semana.

Os episódios de violência levaram o Congresso da África do Sul a cobrar das autoridades públicas investigações sobre os confrontos. "O partido ficou chocado e entristecido com o que aconteceu no Longmin da mina", disse o porta-voz do partido ANC, Jackson Mthembu.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:05 Cidades