segunda-feira, 21 junho 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Em Foco

por: Fernando Pedrosa

Neto pode mudar para partido de Castro

04/06/2021 10:26

Poucas & Boas: Neto pode mudar para partido de CastroEleito pelo DEM, através do qual garantiu seu quinto mandato à frente da prefeitura de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto pode mudar de partido em breve. E que ninguém se surpreenda se a nova casa partidária do prefeito de Volta Redonda for o PL, partido do governador Cláudio Castro.

Uma fonte do Palácio 17 de Julho confirma as tratativas, embora ressalvando que o prefeito tem convites de outras legendas. O movimento, é claro, leva em conta as eleições do ano que vem.

Neto está cada vez mais alinhado com o governador. Tem lembrado que, na primeira reunião que teve com Castro no Rio, então acompanhado do vereador Renan Cury, precisamente no dia 26 de janeiro, saiu com a garantia de R$ 50 milhões para a saúde. Recurso intermediado pelo deputado federal Dr. Luizinho (PP).

Naquela mesma reunião, Neto ouviu de Castro a promessa que, concretizado o leilão da Cedae, destinaria R$ 90 milhões para Volta Redonda executar um projeto de mobilidade urbana. A Cedae, como se sabe, foi vendida e...bingo! O projeto vai sair do papel.

Poucas & Boas: Neto pode mudar para partido de Castro

Independente do destino partidário, hoje a chance de o prefeito Neto integrar qualquer projeto político contra a recondução de Castro ao cargo é abaixo de zero, garante a fonte.

A propósito...

O projeto de mobilidade urbana que o estado vai bancar é aquele mesmo que Neto deixou na marca do pênalti, no final do seu mandato anterior, em 2016, com verba então de R$ 60 milhões já depositada na Caixa. Seu sucessor, Samuca Silva, em vez de cobrar o pênalti e partir para o abraço, preferiu chutar para fora: abriu mão do projeto, do recurso e, para muitos, de fazer a grande obra do seu governo.

Costurando

Voltando a Claudio Castro. Recente levantamento do Paraná Pesquisas sobre intenções de voto para governador, no ano que vem, mostram o atual titular do Palácio Guanabara com índices variando entre 15,6% a 16,7%, ocupando a segunda ou terceira colocação, dependendo do cenário.

Após assumir definitivamente o cargo, com o impeachment de Wilson Witzel, o governador vem abrindo espaço no governo para formar uma grande aliança em 2022.

* Fernando Pedrosa é editor do FOCO REGIONAL

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional