domingo, 15 setembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

VR sobe de categoria no Mapa do Turismo

Instrumento melhora acesso aos recursos federais

30/08/2019 16:44:29

Após participar do Salão do Turismo no Rio de Janeiro, a Volta Redonda subiu de categoria no Mapa da Regionalização do Turismo – 2019/2021. A recategorização é um instrumento do Ministério do Turismo que serve para otimizar a distribuição de recursos públicos e orientar a elaboração de políticas específicas para cada categoria do município.

A diretora de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Débora Cândido, explicou que Volta Redonda subiu da categoria C para B, nesse processo que ocorre a cada dois anos, organizando os municípios por regiões turísticas.

“O que muda é que o Ministério do Turismo passa a enxergar Volta Redonda como um município que tem maior importância turística. Essa categorização é pré-requisito para acesso aos recursos federais”, explicou.

Ao todo, são 2.694 cidades e 333 regiões turísticas. Volta Redonda faz parte da região turística do Vale do Café. As cidades são divididas em categorias que vão de acordo com o desempenho da economia do setor em cada um.

São 62 municípios na categoria A, que representa as capitais e aqueles que possuem maior fluxo turístico. A categoria B tem 257 cidades, enquanto a categoria C conta com 476 e D, 1.522. Outras 377 estão na categoria E.

Este ano, houve uma revisão da metodologia empregada e da coleta de informações atualizadas, sendo introduzido o item “arrecadação de impostos federais dos meios de hospedagem”. Uma variável importante utilizada para essa categorização é o fluxo dos meios de hospedagem, segundo informou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, Joselito Magalhães.

- Temos uma ótima rede hoteleira e, somada a outros atrativos que a cidade vem desenvolvendo, faz com que Volta Redonda movimente a economia na região – disse ele.

O prefeito Samuca Silva também comentou a mudança de categoria. Ele lembrou que foi lançado o programa “Turismo em Volta”, no qual o visitante se hospeda em Volta Redonda, conhece os atrativos da cidade e, a partir daí, visita outros pontos turísticos da região. “Isso gera emprego, movimenta a economia e faz com que Volta Redonda cresça e se destaque cada vez mais no cenário regional e nacional”, afirmou.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

13:07 Política