quarta-feira, 23 setembro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

VR adota novo sistema para gestão tributária

Segundo prefeitura, economia será de R$ 1,8 milhão

07/05/2020 11:09:31

A Secretaria de Fazenda de Volta Redonda implantará a partir do próximo dia 18 um novo sistema totalmente informatizado para a gestão tributária municipal. O objetivo é substituir os procedimentos manuais de declaração e recolhimento dos tributos municipais por um sistema integrado de gestão proporcionando, segundo o governo, facilidade, agilidade, segurança e comodidade.

O investimento na nova tecnologia permitirá ao município a economia de recursos materiais e financeiros, além de ser de fácil acesso para o contribuinte, que será beneficiado quando for solicitar serviços relacionados tributações como ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), taxas, Cosif (Plano Contábil Das Instituições Financeiras) e Dívida Ativa.

O público-alvo da nova ferramenta é formado por pessoas físicas e jurídicas que tenham relação legal com o recolhimento dos tributos municipais, como por exemplo, órgãos federais, estaduais, municipais, instituições financeiras, cartórios, sociedades em geral, associações, partidos políticos e outros.

“É mais um avanço na desburocratização. Com a implantação desse sistema, que já é utilizado em muitas prefeituras, a previsão é de uma economia de aproximadamente R$ 1,8 milhão por ano. Queremos usar esses recursos para investir em ações no combate à pandemia do novo coronavírus”, afirmou o prefeito Samuca Silva.

O novo sistema permitirá também a recepção, validação e armazenamento de arquivos (formato XML) enviados pelos contribuintes, com os elementos necessários para geração das Notas Fiscais de Serviços Eletrônicas (NFS-e).

As empresas podem utilizar sistemas próprios ou outros disponíveis no mercado, inclusive os gratuitos, emissores de notas fiscais, desde que sejam compatíveis com o novo sistema da prefeitura. “Vamos informar e auxiliar os usuários, como contadores, empresários, sindicatos, entre outros, inclusive com vídeos tutoriais que serão disponibilizados em breve, assim como o link para acessar a nova ferramenta”, explicou o secretário municipal de Fazenda, Fabiano Vieira. (Foto: Divulgação)egundo prefeitura, economia será de R$ 1,8 milhão

A Secretaria de Fazenda de Volta Redonda implantará a partir do próximo dia 18 um novo sistema totalmente informatizado para a gestão tributária municipal. O objetivo é substituir os procedimentos manuais de declaração e recolhimento dos tributos municipais por um sistema integrado de gestão proporcionando, segundo o governo, facilidade, agilidade, segurança e comodidade.

O investimento na nova tecnologia permitirá ao município a economia de recursos materiais e financeiros, além de ser de fácil acesso para o contribuinte, que será beneficiado quando for solicitar serviços relacionados tributações como ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), taxas, Cosif (Plano Contábil Das Instituições Financeiras) e Dívida Ativa.

O público-alvo da nova ferramenta é formado por pessoas físicas e jurídicas que tenham relação legal com o recolhimento dos tributos municipais, como por exemplo, órgãos federais, estaduais, municipais, instituições financeiras, cartórios, sociedades em geral, associações, partidos políticos e outros.

“É mais um avanço na desburocratização. Com a implantação desse sistema, que já é utilizado em muitas prefeituras, a previsão é de uma economia de aproximadamente R$ 1,8 milhão por ano. Queremos usar esses recursos para investir em ações no combate à pandemia do novo coronavírus”, afirmou o prefeito Samuca Silva.

O novo sistema permitirá também a recepção, validação e armazenamento de arquivos (formato XML) enviados pelos contribuintes, com os elementos necessários para geração das Notas Fiscais de Serviços Eletrônicas (NFS-e).

As empresas podem utilizar sistemas próprios ou outros disponíveis no mercado, inclusive os gratuitos, emissores de notas fiscais, desde que sejam compatíveis com o novo sistema da prefeitura. “Vamos informar e auxiliar os usuários, como contadores, empresários, sindicatos, entre outros, inclusive com vídeos tutoriais que serão disponibilizados em breve, assim como o link para acessar a nova ferramenta”, explicou o secretário municipal de Fazenda, Fabiano Vieira. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:51 Cultura