terça-feira, 25 junho 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Voltaço camarada entrega mais uma dentro de casa

24/03/2019 18:00:57

O Volta Redonda é mesmo um time camarada. Quando tudo parece conspirar a seu favor, a equipe não corresponde e deixa oportunidades incríveis lhe escapar por entre os dedos. Depois da surpreendente derrota do Vasco para o Bangu por 2 a 1, na noite de sábado, em São Januário, bastaria ao time comandado por Toninho Andrade garantir apenas um empate frente ao Boavista, na tarde deste domingo, dentro de casa, no Raulino de Oliveira, para chegar à semifinal da Taça Rio. A equipe, no entanto, conseguiu ficar de fora, tomando um passeio de 4 a 2, configurando mais uma grande decepção para a torcida.

Comandado em campo no primeiro tempo pelo experiente Carlos Alberto, substituído no início da etapa final, o Boavista não deu chances ao Tricolor de Aço, que parecia perdido em campo, sem se encontrar, incapaz de levar perigo ao gol adversário. E foi justamente com Carlos Alberto que os visitantes começaram a pavimentar o caminho da vitória ainda no primeiro tempo. Aos 35, ele abriu o marcador depois de um cruzamento na área do Voltaço.

O time da casa ainda nem havia se refeito do primeiro gol quando tomou o segundo. E coube a Dija Baiano, que tantas alegrias já deu ao torcedor do Voltao, carimbar as redes de Douglas Borges depois que o goleiro não segurou chute de Carlos Alberto em cobrança de falta. Boavista 2 a 0.

Só aos 46 o Volta Redonda levou perigo. Marcelo chutou Marcelo e Gabriel fez uma bela defesa.

No segundo tempo, mesmo tendo mais posse de bola, a dificuldade de criação do time da cidade do aço prosseguiu e o castigo também. Aos 24, depois de mais uma boa jogada de seu ataque, o Boavista fez 3 a 0 com Felipe Augusto. Dois minutos depois, o Tricolor de Aço diminuiu com Marcelo, mas já não era suficiente para dar esperanças aos torcedores de reagir e ao menos buscar o empate.

Para piorar, o Boavista ainda chegou ao quarto gol, numa cobrança de pênalti convertida por Arthur Rezende, aos 36. Já no descontos, Bruno Barra diminuiu para o Voltaço. 

No final, vitória do Boavista e a certeza de que algo precisa ser discutido no Volta Redonda, com esta mania incrível de endurecer jogos contra os chamados grandes e amolecer diante de equipes da sua mesma envergadura. Fim de linha no Estadual em mais um resultado frustrante  para a torcida. O Boavista terminou o segundo turno na penúltima colocação do Grupo C. Precisa dizer mais alguma coisa? (Foto: Divulgação / Volta Redonda)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

13:24 Estado