domingo, 25 agosto 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Voltaço arranca empate no fim em Mato Grosso

Gol de pênalti garante o 1 a 1

26/05/2019 19:03:22

Jogo foi disputado no Estádio Passo das Emas

O Volta Redonda pôde respirar aliviado. Com um gol de pênalti cobrado por João Carlos, aos 50 minutos da etapa final, o Tricolor de Aço empatou em 1 a 1 com o Luverdense, na tarde deste domingo, na quinta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo foi disputado no clima abafado do Centro-Oeste brasileiro (uma hora a menos em relação ao horário oficial de Brasília), no Estádio Passo das Emas.

Com o resultado, o Voltaço perdeu a liderança do Grupo B, mas manteve sua invencibilidade na competição. O Luverdense continua sem vencer. O novo líder é o Remo, que, em casa, venceu o Atlético (AC) por 2 a 0.

Na próxima rodada, o Tricolor de Aço recebe o Ypiranga (RS), no sábado, às 16 horas, no Estádio Raulino de Oliveira. O Luverdense enfrentará o Boa Esporte (MG), no domingo, no Parque das Emas, às 17 horas (de Brasília).

ESTREANTE MARCA – Logo que foi dada a saída, o Voltaço deu a entender que queria jogo, se valendo da campanha fraca do Luverdense para conquistar uma vitória fora de casa. Foi Douglas Lima que, depois de dominar com categoria, tentou surpreender o goleiro Edson com um chute de fora da área, mas a bola passou longe do gol.

O time da casa respondeu de imediato, com Everton Dias também arriscando de longe, só que a bola passou perto da trave defendida por Douglas. Na reposição da bola em jogo, o zagueiro Balbino perdeu a bola, mas o goleiro Edson consertou a situação.

Jogando em busca da primeira vitória na competição e em casa, o Luverdense também jogar de forma ofensiva. Aos 10 minutos, chegou com velocidade pela direita, de onde Samuel cruzou na área, procurando Giovani Rosa. O atacante não alcançou a bola.

Entretanto, na sequência, o time da casa abriu o placar.  Moisés tomou a bola de Heitor e armou o contra-ataque  da equipe mato-grossense. Ele achou Juninho Tardelli que fez o cruzamento certeiro e, desta vez, o estreante Giovani Rosa não desperdiçou: 1 a 0.

O Volta Redonda partiu em busca do empate, mas, apesar de ter mais posse de bola, não conseguia furar a boa marcação do time da casa. Com isso, o goleiro Edson não fez nenhuma grande intervenção.

O Luverdense, por sua vez, adotou a tática do contra-ataque e, por muito pouco, não ampliou o marcador aos 21 minutos, quando Tardelli fez bom passe na área para Samuel, mas o meia não conseguiu subir o suficiente para concluir de cabeça.

Com o Voltaço tendo dificuldades e o Luverdense garantindo a vantagem, o jogo ficou como queria o time da casa, que, mesmo cauteloso, ainda criou outra oportunidade aos 38, quando Giovani Rosa cabeceou para fora.

O goleiro do Luverdense só trabalhou, mesmo assim sem esforço, aos 44 minutos, numa cobrança de falta por Gelson. Edson fez a defesa em dois tempos.

2º TEMPO – No intervalo, o técnico Toninho mexeu na equipe. Tirou Douglas Lima e colocou em campo João Carlos, na esperança de aumentar o poder de fogo do ataque.

Porém,  o Luverdense continuou sendo mais objetivo e, logo aos 4 minutos, depois de mais uma boa jogada de Samuel, Everton Dias chutou forte, mas pelo lado de fora da rede. Aos 11, outra chegada perigosa do time da casa, só que a finalização foi ruim e o goleiro Douglas defendeu sem problemas.

O Voltaço ainda teve outras duas mudanças: Wander Luís substituiu Saulo, enquanto Luiz Gustavo foi trocado por Índio. As alterações não alteraram o panorama do jogo, com o Tricolor de Aço esbarrando na falta de inspiração de seu grupo.

Antes do empate, a única boa chance no segundo tempo o time só teve aos 36, quando houve um bom cruzamento na área, o zagueiro Heitor subiu de cabeça e finalizou para fora.

Nos minutos finais, o time da casa se fechou de vez e parecia impossível que o Voltaço fosse empatar. Mas futebol é futebol. Aos 50 minutos, o zagueiro Hélder – que vinha sendo apontado como um dos melhores em campo – deu um carrinho no adversário e o árbitro assinalou  pênalti. Depois de muita reclamação dos donos da casa, João Carlos bateu com categoria e empatou. Alívio geral.

- Este ponto, no final, pode valer muita coisa - disse João Carlos depois da partida.

E pode mesmo. (Foto: Fernando Silva)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:41 Polícia