sexta-feira, 22 março 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Volta Redonda receberá mais 2 ônibus elétricos

19/02/2019 20:00:05

Volta Redonda vai receber mais dois ônibus elétricos para compor a frota do “Tarifa Comercial Zero”. O anúncio foi feito pelo prefeito Samuca Silva nesta terça-feira. Os veículos já estão empenhados e, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, em aproximadamente dois meses, o primeiro deve ser entregue. Até o final do ano os três ônibus elétricos estarão circulando.

“Na primeira etapa tivemos a consolidação do projeto com a população de Volta Redonda. Hoje já é indispensável esse meio de transporte que o ‘Tarifa Comercial Zero’ oferece. Por conta da grande procura, resolvemos adiantar a vinda do segundo ônibus”, explicou Joselito.

Samuca afirmou que o objetivo é melhorar o serviço oferecido na cidade. “Assinamos a nota de empenho para mais dois ônibus como este que roda na cidade, com Wi-Fi, ar condicionado e conforto. Com a chegada desses novos veículos, o tempo de espera nos pontos de ônibus vai diminuir”. Atualmente o projeto já atende cerca de 30 mil pessoas por mês, que não pagam pelo uso do transporte.

O ônibus circula de segunda a sexta-feira, das 8 às 19 horas, e aos sábados, até as 14h. O veículo não polui o meio ambiente por ser elétrico, além de ser silencioso e mais confortável.

Obra no Hospital do Retiro será retomada

Volta Redonda receberá mais 2 ônibus elétricos

Também nesta terça, a retomada das obras do anexo ao Hospital do Retiro foi tema de reunião do prefeito com a direção e representantes da Organização Social responsável pela gestão da unidade. Foram apresentadas as medidas que vão permitir ao construtor responsável pela obra retomar o trabalho.

O edifício de cinco pavimentos, idealizado para abrigar uma unidade materno-infantil, é fruto de uma parceria com o estado, por meio do programa Somando Forças. De acordo com o gerente municipal de Convênios, Sílvio Gomide, a cidade ainda tem a receber do estado mais de R$ 4 milhões, em seis parcelas, para concluir a obra. “Hoje, 35% da estrutura física estão concluídos”, disse.

Durante o encontro, Samuca Silva discutiu a possibilidade da nova unidade hospitalar ampliar a oferta de serviços de acordo com um estudo de demanda a ser realizado. “Vamos analisar as necessidades da população e definir as prioridades. Talvez o espaço possa ser aproveitado para um Hospital Geral, com serviços de várias especialidades para o cidadão”, explicou. 

 O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, sugeriu ainda a análise do perfil das duas unidades já em funcionamento no município – Hospital do Retiro e Hospital São João Batista. “Com esse mapeamento, poderemos definir mais acertadamente os serviços que poderão vir a ser oferecidos”, acredita. (Fotos: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:23 Polícia