quarta-feira, 22 novembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Saúde

Volta Redonda já imunizou 8 mil contra Influenza

24/04/2017 14:55:55

A Secretaria de Saúde de Volta Redonda contabilizou oito mil pessoas imunizadas na primeira semana da 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza. O objetivo é vacinar 65 mil pessoas até 26 de maio.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Cinara Cunha, afirma que o número registrado nos primeiros dias de vacinação indica que a meta deve ser alcançada. “A procura nas unidades de saúde tem sido tranquila, mas contínua. Tem muita gente também que deixa para vacinar no final da campanha”, afirmou Cinara, registrando que, dos oito mil, 80% são do grupo de idosos.  

Todas as Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família disponibilizam a vacina contra gripe, de segunda à sexta-feira, das 8 às 17 horas, até a data final da campanha. O Dia D está marcado para 13 maio, um sábado, quando as unidades também estarão abertas. A Policlínica do Idoso também tem a vacina, mas apenas para este público específico.

O público alvo é formado por idosos maiores de 60 anos; crianças com mais de 6 meses e menores de 5 anos; gestantes; puérperas, até 45 dias após o parto; profissionais da área de saúde; e portadores de doenças crônicas não transmissíveis (a listagem completa está no site do Ministério da Saúde). Neste ano, também foram incluídos no grupo professores das redes pública e particular de ensino.

 “A vacinação em Volta Redonda está disponibilizada para todo público, apesar de algumas cidades terem optado por dividir por datas diferentes o início da vacinação para cada grupo”, esclareceu Cinara.   

 Ainda de acordo com a coordenadora, todos devem apresentar o cartão de vacina. “Porém, os profissionais de saúde e professores devem apresentar declaração da instituição onde atuam, contracheque ou crachá. Já os portadores de doenças crônicas devem ter uma indicação médica ou possuir registro da doença na unidade”, afirma.   

A vacina, que é contra indicada para pessoas com reação alérgica grave às proteínas do ovo, imuniza contra os vírus Influenza A(H1N1), H3N2 e Influenza B. “O objetivo é evitar síndromes respiratórias agudas graves e internações”, disse Cinara, completando que “podem ocorrer reações como dor e vermelhidão no local da aplicação da vacina, febre, mal estar e dor no corpo”. Neste caso, o paciente deve procurar a unidade de saúde para orientação e para que seja notificada a reação.

CUIDADOS NO DIA A DIA – Além da vacina, existem alguns cuidados que podem evitar a transmissão do vírus da gripe. Como é uma doença respiratória, passa de pessoa para pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou secreções respiratórias de pessoas infectadas.

Para se prevenir é preciso lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar; ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, de preferência descartável; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; e não usar medicamentos sem orientação médica. 

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

23:08 Estado