sábado, 21 outubro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Volta Redonda estuda criar ‘Castra móvel’

11/10/2017 17:18:23

A prefeitura de Volta Redonda poderá criar, já no próximo ano, um serviço móvel de castração de animais. A informação foi dada pelo prefeito Samuca Silva durante a 1ª Conferência Municipal de Proteção e Defesa dos Animais, realizada na terça-feira no auditório do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB), no bairro Aterrado, pela Secretaria de Meio Ambiente.

Para o próximo ano estamos estudando a possibilidade do Castra Móvel para auxiliar na castração dos animais. Sou um aliado dos bichos e acredito que a prevenção é a melhor forma de protegê-los, assim como a identificação dos animais. Este governo cria o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais”, disse ele.

O evento teve como principal objetivo a formação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais e contou também com duas palestras que abordaram os temas: “Projeto Felinos: Lidando com colônias de gatos em espaços urbanos” e “Desafios nos diagnósticos da leishmaniose”.

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, que comandou a Secretaria de Meio Ambiente nos primeiros meses do atual governo, disse que o número de castrações no Centro de Zoonoses aumentou e que o Castra Móvel fará aumentar ainda mais.

O conselho é formado por 10 membros do Poder Executivo, quatro membros do Conselho Regional de Medicina Veterinária e cinco de entidades associativas, que tenham por objetivo a promoção, proteção ou defesa dos animais, criadas há pelo ao menos dois anos. Ao todo são 24 membros entre titulares e suplentes envolvidos.

Marcelo Russo, delegado de Polícia Civil de Volta Redonda, elogiou a iniciativa de instalação do conselho. “Realizar ações voltadas para os animais é uma iniciativa maravilhosa. A delegacia está sempre disposta a ajudar quando o assunto é causa animal, pois somos sensíveis ao assunto. Mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos no dia a dia, me ponho à disposição para colaborar”, declarou o delegado, que tem sido um aliado dos defensores dos animais na cidade.

Já a secretária de Meio Ambiente, Daniela Vasconcelos, enfatizou que a dedicação de todos é indispensável para a realização do trabalho. “O Alfredo (ex-secretário de Meio Ambiente) plantou a semente e eu, junto com a equipe da secretaria, estou trabalhado para avançar. Há um processo de continuidade. Agradeço a dedicação das ONGs e da OAB que são de importância para a realização deste trabalho. Estamos combatendo os maus tratos aos animais, realizando diversas fiscalizações e atendendo a denúncias”, disse Daniela.

Para Rosimar Medeiros, do Grupo Amor em Pelos, a criação do conselho foi um passo significativo para a causa. “Ainda precisamos discutir diversas coisas, mas a iniciativa é boa para começar a tratar das políticas públicas direcionas aos animais. Nosso grupo acolhe animais, principalmente fêmeas que estão gestantes. Após o nascimento, castramos e colocamos para a adoção. Esse processo é caro e longo, por isso precisamos do apoio de todos”. (Foto: Divulgação)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:18 Polícia