quinta-feira, 18 abril 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Volta Redonda distribui cestas básicas

14/04/2019 17:43:21

Os moradores de Volta Redonda que ficaram desalojados por conta da chuva do último dia 7 começaram a receber cestas básicas neste domingo. Os alimentos foram arrecadados por meio de uma parceria com uma ONG internacional e uma rede de supermercados sediada na cidade. Segundo a prefeitura, foram 123 famílias desalojadas com o tempora.

Cerca de 50 voluntários se reuniram na Arena Esportiva, onde os alimentos e vasilhames de água foram descarregados na tarde do sábado, para separar a mercadoria e montar as cerca de mil cestas básicas que serão entregues à população.

A maioria dos voluntários era das igrejas adventistas, convidados pela direção da Adra (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais). A ONG internacional, que atua em 130 países, ainda tem outra parceria com a prefeitura de Volta Redonda.

“Com o Doutores de Esperança, visitamos semanalmente os pacientes dos dois hospitais públicos do município”, falou o coordenador municipal da Adra, Carlos Anderson Pereira, o Betão.

Ele agradeceu à prefeitura pela parceria e explicou que o espaço cedido na Arena para o armazenamento dos produtos doados foi fundamental. “Temos que nos unir em prol da população”, ressaltou o coordenador.

Além da coordenação e membros da ONG, estavam no local representantes da ARFAr (Associação de Reservistas do Exército). João André Batista Pereira afirmou que preparar as cestas básicas é um exercício de cidadania. “É importante formar uma rede solidária em situações como esta”, disse.

O secretário de Ação Comunitária de Volta Redonda, Marcus Vinícius Convençal, lembrou que o município continua arrecadando donativos. “Água potável, alimentos não perecíveis e produtos para higiene pessoal podem ser entregues nos Cras (Centros de Referência à Assistência Social) e, em caso de grandes doações, como no sábado, os produtos devem ser levados para a Arena Esportiva”, orientou.

O prefeito Samuca Silva afirmou que tão ou mais importante que cuidar da limpeza da cidade para retornar à normalidade é cuidar das pessoas. “Assim como os funcionários de manutenção, as equipes da Smac estão nas ruas cadastrando os moradores que ficaram desalojados por conta da chuva. O atendimento está sendo feito nos Cras dos bairros mais atingidos”, afirmou.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

14:02 Cidades