sábado, 16 dezembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Volta Redonda começa a pagar PCCS em fevereiro de 2018

Garantia foi dada por Samuca Silva em audiência judicial

07/12/2017 22:05:11

O prefeito de Volta Redonda Samuca Silva se comprometeu, nesta quinta-feira, em audiência na Justiça, a começar a implantar o PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) do funcionalismo a partir de fevereiro de 2018. Nos próximos dias, ele deverá se reunir com o Sindicato do Funcionalismo Público e com o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) para tratar sobre o tema, apresentando os critérios prioritários.

Samuca destacou que “este sonho”, como ele definiu só será realizado devido “à gestão eficiente do governo municipal”, que está conseguindo vencer a crise financeira. “Todos sabem das dificuldades financeiras que assolam a cidade, o estado e o Brasil. Mas esta crise está sendo tratada com muita gestão em Volta Redonda. É importante destacar que vamos iniciar o PCCS, algo que se arrasta há anos. Apresentaremos uma proposta para iniciar o cumprimento do plano, o que representa respeito com os servidores públicos”, destacou o prefeito.

Segundo ele, ficou acordado que até 30 de janeiro a prefeitura irá apresentar o calendário para o início de implantação do PCCS. “Esse é um sonho do funcionalismo que se arrasta há mais de 20 anos. Vamos iniciar a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários no próximo ano, respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal. Sabemos da importância de valorizar os servidores públicos do município”.

De acordo com o prefeito, ainda este mês, ele irá se reunir com o Sepe e o Sindicato do Funcionalismo Público. “O intuito é que nessa reunião possamos esclarecer todos os detalhes sobre a reunião na Justiça e todas as deliberações feitas. Queremos que todo esse processo seja feito de forma clara e transparente”, comentou Samuca.

Esta semana, Samuca se reuniu com diretores das escolas municipais, quando sugeriu um encontro frequente com todos os 140 gestores da rede municipal de ensino. Na reunião, que será mensal e sempre na primeira quarta-feira do mês, serão apresentadas as principais reivindicações das unidades escolares. O local ainda será definido pelo prefeito e terá a participação de todo o secretariado. 

“Respeito a autonomia do Conselho Municipal de Educação e da equipe da secretaria, mas quero conhecer de vocês às demandas. Esse diálogo mais próximo com os diretores, que conhecem os problemas na ponta, é importante para a solução de diversas situações”, ressaltou.

O prefeito também fez um balanço de suas iniciativas na área de educação. Entre outros pontos, estão o início do pagamento de um terço aos professores para o planejamento das aulas; a aprovação da lei ‘Empresa Amigo da Escola’ - um projeto que empresários adotam uma unidade escolar para realizar pequenos reparos; a convocação de novos professores concursados e visitas nas escolas.

 “Estamos trabalhando de dia, de noite, e até de madrugada, para fazer o melhor para cada morador de Volta Redonda. Vou continuar visitando as escolas municipais e conversando com professores, responsáveis e diretores para melhorar o dia a dia das unidades escolares. Quando escolhi como secretária uma diretora de escola foi para, justamente, ter à frente da pasta alguém que conheça de perto os problemas de uma unidade escolar”.

A rede municipal de ensino de Volta Redonda possui mais de 36 mil alunos divididos em 104 escolas.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

13:58 Saúde