quinta-feira, 20 setembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Vizinhos pedem retirada de ‘cemitério de veículos’ no 28º BPM

20/08/2018 15:33:09

Moradores vizinhos do 28º BPM (Batalhão de Polícia Militar) já não sabem mais a quem recorrer. Há anos, eles tentam que a corporação remova dezenas de veículos – ou o que restou deles – que estão literalmente amontados numa área e que estariam servindo de foco para reprodução de ratos, baratas, mosquitos, aranhas, escorpiões e até cobras que já apareceram nas residências.

O terreno em questão está localizado na área onde, antigamente, ficava o acesso ao batalhão da PM na cidade, pela Avenida Sávio Gama, no bairro Niterói. Ali estão, segundo constatou a reportagem cerca de 50 veículos fora de operação – ou “baixados” como designa a PM. Muitos estão com vidro quebrados, permitindo o acúmulo de água em seu interior.

Os moradores não têm dúvidas de que os estofados, por exemplo, estão servindo de ninho para os bichos que já apareceram em suas casas, principalmente as que estão no mesmo nível do terreno. Muitos, no entanto, têm receio de reclamar por se tratar da Polícia Militar.

Jadylson Oliveira, no entanto, conta que há quatro anos tenta, sem sucesso, que os veículos sejam removidos. “Estive várias vezes no batalhão, já enviei e-mail para o comando da PM no Rio, com fotos e eles prometeram que haveria uma solução, mas até hoje a situação permanece”, lamenta o morador.

De acordo com ele, além dos carros, uma piscina que inutilizada há tempos – e que fica próximo ao cemitério de veículos – também teria se tornado um foco de procriação e proliferação de mosquitos.  Por interferência do Centro de Zoonoses da prefeitura, no mês passado, a piscina foi coberta com uma lona, mas quando chove a água fica acumulada.

Vizinhos pedem retirada de â??cemitério de veículosâ?? no 28º BPM

A coordenadora de Vigilância Ambiental, Janaína Soledad, confirmou que o 28º BPM se tornou um “ponto estratégico” para o órgão, que é visitado a cada 15 dias pelos agentes de zoonoses. De acordo com ela, o lugar, de fato, se transformou numa área de risco de aparecimento de focos. Ela garantiu, no entanto, que são realizados tratamentos no terreno periodicamente.

- Foi realizada uma vistoria em julho e o 28º BPM foi orientado a efetuar as melhorias necessárias. O comando do batalhão realizou as melhorias, como tapamento de uma piscina inativa, remanejamento de carros para um local coberto, e retirada de entulhos.

O tapamento da piscina e a retirada de entulhos foram feitos, mas a transferência dos veículos para um local coberto, ao contrário do que disse a coordenadora, não foi realizada, como mostram as fotos que ilustram esta reportagem.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar respondeu, em nota, que o atual comando do 28º BPM informou que “já foram tomadas as medidas sanitárias necessárias para a não proliferação de insetos, ratos, etc. A piscina está clorada e coberta, o local higienizado”.

Já quanto ao amontoado de veículos – há até um micro-ônibus entre tantos – a assessoria disse que “estão em trâmite medidas administrativas para a remoção de carcaças de viaturas no local, que exige todo um processo legal”.

1/2

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:50 Saúde