sábado, 26 maio 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Saúde

Vita reforça pedido de mudança de administrador de hospital

16/05/2018 19:14:22

O advogado do Grupo Vita, Fábio Mesquita Ribeiro, entrou com duas petições na 4ª Vara Cível de Volta Redonda. Em uma delas, ele reforça o pedido pelo afastamento do administrador judicial nomeado pela Justiça. Na outra, solicita que a Justiça, juntamente com o Ministério Público Federal e Estadual, medie a proposta de compra do Hospital Vita apresentada pelo Grupo Intermédica.

Sobre o administrador judicial, o Grupo Vita afirma, na petição, que o mesmo não está sendo “imparcial conforme exige o exercício da função”. A empresa apresenta no documento dados do balanço financeiro que, segundo ela, contradizem as afirmações do administrador de que o hospital seria deficitário. Também consta no texto críticas feitas pela Procuradora da República à deficiência técnica do relatório produzido pelo administrador.

Na segunda petição, a empresa apresenta provas, ao contrário do que representantes da CSN afirmaram na audiência do último dia 11, de que há o real interesse da Intermédica na compra do hospital. Segundo o Vita, há no documento, inclusive, provas de que os gestores da siderúrgica sabiam da proposta de aquisição. O Vita alega que solicita a mediação de um juiz na negociação justamente para buscar a melhor solução para a região Sul Fluminense e não deixa-la desassistida.

Para o vice-presidente do grupo, Francisco Balestrin, as petições ratificam “o total compromisso da organização em buscar a melhor solução para a população”.

- Desde o início estamos exatamente comprometidos com uma passagem de bastão sem traumas. Nós já fizemos pelo menos quatro propostas de soluções não aceitas pela CSN – afirma.

Para Balestrin, todos os envolvidos têm que estar comprometidos em não deixar a região sem assistência. “Nós sabemos que a população está aflita em relação ao que vai acontecer. Até porque o hospital, sob a administração do Grupo Vita, tornou-se uma referência em atendimento”, destaca. A unidade realiza 7,8 mil internações por ano e 4.880 cirurgias, além de 144 mil atendimentos ambulatoriais.  

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:29 Esporte