sábado, 18 novembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Vereador divulga balanço do primeiro semestre de mandato

16/07/2017 10:30:45

O vereador Rodrigo Furtado (PTC) divulgou neste fim de semana o balanço dos seus seis primeiros meses de mandato na Câmara Municipal de Volta Redonda. Dos cinco projetos apresentados no período, três já são leis publicadas. Duzentos e oitenta e nove ofícios foram enviados ao poder público solicitando capina, limpeza e manutenções em geral. Também neste primeiro semestre, 188 indicações foram protocoladas, além de oito requerimentos.

Advogado há mais de 15 anos, o parlamentar – que está no primeiro mandato – classificou o primeiro semestre como positivo, adiantando que os próximos meses serão de intenso trabalho e de dedicação aos anseios emergenciais da população.

- Trabalhamos muito neste início, mas sabemos que ainda há muito para ser realizado. Priorizei, neste semestre, apresentar proposições que visam minimizar alguns problemas que escutei andando pelos bairros que visitei neste período. Creio que a melhor forma de legislar é nos manter próximo das pessoas, percebendo o que as incomoda. Assim, podemos refinar nossas proposições de acordo com as demandas apresentadas - explicou.

Como marco deste semestre, Rodrigo relembrou detalhes da audiência pública realizada a seu pedido, em junho. O encontro tratou sobre transporte público e as dificuldades encontradas pelos usuários. O vereador relatou que solicitou a realização deste evento após escutar boatos sobre o iminente aumento da tarifa dos ônibus.

- Antes de qualquer acréscimo no valor, precisávamos debater sobre o assunto e apontar as deficiências desta modalidade de transporte. São muitos problemas e milhares de reclamações por parte de quem precisa utilizar e de quem trabalha, como os motoristas e cobradores. Antes de aumentar a tarifa, melhorias precisam ser oferecidas à população. O encontro foi um ganho e tenho certeza que resultados positivos poderão ser constatados.

Sobre as proposições que foram aprovadas e hoje são leis, Rodrigo salientou o impostômetro. Trata-se de um dispositivo eletrônico e interativo, que tem como objetivo fazer com que a população tenha conhecimento da arrecadação cumulativa, em tempo real, dos tributos municipais e das transferências obrigatórias de impostos promovidas pelo estado e pela União.

- Esta ferramenta garante o princípio da transparência e eficiência entre a gestão pública da cidade e todos os seus contribuintes. É um ganho para a cidade e para os cidadãos. Promover a participação popular nunca foi tão importante como no atual momento. As pessoas estão descrentes e precisam retomar a confiança que seus impostos podem sim ser revertidos para a promoção de políticas que visam garantir o bem comum. Espero que a população usufrua, fiscalizando e cobrando uma postura comprometida dos gestores públicos - acrescentou.

O vereador ainda falou a respeito da lei, também de sua autoria, que propõe a colocação de armários, nas unidades de ensino públicas e privadas, para que os alunos possam guardar mochilas e materiais escolares. Ele alertou que sua principal intenção com a ideia é reduzir os impactos causados pelo excesso de peso carregado pela estrutura física dos estudantes.

- Os alunos não podem transportar, em material escolar, carga superior a 15% do próprio peso. Mais que isso pode comprometer a coluna dos estudantes. O investimento é muito pequeno perto dos imensos benefícios. Sem falar que a duração dos armários, se cuidado devidamente, é enorme, fazendo que muitos alunos possam usufruir do objeto. Meu mandato continuará sendo marcado pela atenção à população, independente da idade. Nosso objetivo é contribuir para que Volta Redonda atenda os anseios de seus moradores - concluiu.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

23:34 Polícia