segunda-feira, 18 janeiro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

TRE-RJ analisa hoje embargos de declaração de Neto

Mais votado em VR tenta obter registro da candidatura

23/11/2020 09:59:56

Neto, ao lado do vice, Sebastião Faria, entrou com recurso no próprio TRE-RJ

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) deve analisar nesta segunda-feira (23) os embargos de declaração apresentados por Antônio Francisco Neto contra o indeferimento de sua candidatura a prefeito de Volta Redonda. Vencedor da eleição no primeiro turno na cidade, no último dia 15, quando obteve 57,20% (85.673) dos votos, o ex-prefeito teve seu registro de candidatura negado pela 131ª Zona Eleitoral e pelo próprio TRE-RJ, por 4 votos a 2, na antevéspera do pleito. 

A sessão da corte está prevista para começar às 15 horas. Além do Ministério Público Eleitoral, o indeferimento da candidatura dele foi pedida pela coligação "A Esperança de Volta" (PT/PV) e por dois candidatos a vereador, que não foram eleitos.

O embargo de declaração é um instrumento jurídico através do qual pede-se à Justiça esclarecimentos sobre aspectos de uma decisão. Neto ainda poderá recorrer, caso não consiga reverter o indeferimento, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Na semana passada, em entrevista ao FOCO REGIONAL, ele disse acreditar em “99% de chances” de obter o registro no TSE. Neto teve a candidatura negada por contas rejeitadas pelo TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado) e pela Câmara Municipal.

Se o seu caso não for analisado na última instância até antes da data da posse – marcada para 1º de janeiro – o ex-prefeito deverá tentar uma liminar para assumir o cargo até que seu caso transite em julgado (não havendo mais recurso). Caso tenha o recurso em Brasília também negado, quem vai assumir a prefeitura é o presidente da Câmara Municipal, a ser eleito também no dia 1º de janeiro de 2021. Em entrevista a uma emissora de rádio, o prefeito Samuca Silva disse acreditar nesta hipótese. Ele ficou em terceiro na disputa pelo Palácio 17 de Julho na tentativa de reeleição, com 9,27% (13.889) dos votos, atrás do também ex-prefeito Paulo Baltazar, que teve 12,66% (18.961). (Foto: Arquivo / Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:55 Polícia