sexta-feira, 26 fevereiro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Tragédia consumada: morre estudante baleada por PM na Unifaa

27/11/2020 15:44:10

Mayara Pereira de Oliveira Fernandes, de 31 anos, a estudante de pós-graduação do curso de odontologia da Unifaa (Centro universitário de Valença), feita refém e baleada no início da tarde desta sexta-feira (27) pelo ex-namorado, o cabo da PM Janitom Celso Rosa Amorim, do 37º BPM (Batalhão de Polícia Militar), não resistiu aos ferimentos, Ela morreu no Hospital Escola de Valença. A vítima levou um tiro na boca enquanto outros policiais tentavam negociar a rendição do militar, no pátio da instituição, no bairro de Fátima.

Após disparar contra Mayara, o PM foi imobilizado, preso e levado para a delegacia de Valença. “Infelizmente fomos surpreendidos com esse fato inusitado na nossa cidade, que terminou com um desfecho trágico”, lamentou o delegado de Valença, Carlos César.

O policial e a vítima foram vistos discutindo dentro do carro dele pouco depois das 9 horas. A equipe de segurança se aproximou e percebeu que o homem estava armado. Imediatamente, a Polícia Militar foi acionada. 

A área foi isolada. Estudantes e funcionários foram orientados a não sair das salas e departamentos, respectivamente, onde se encontravam. Além de policiais civis e agentes do 10º BPM (Barra do Piraí), foram mobilizados também policiais do Bope (Batalhão de Operações Especiais), que rumaram para Valença num helicóptero. 

A estudante foi socorrida por uma ambulância do Samu. A vítima chegou ao hospital sem pulsação e com dificuldades para respirar.

NOTA - Após a confirmação da morte da aluna, o centro universitário emitiu uma nota lamentando o ocorrido, classificando de “caso absurdo de feminicídio. A íntegra da nota é a seguinte:

“É com enorme pesar que comunicamos o falecimento da nossa aluna de Pós-graduação, Mayara Pereira de Oliveira Fernandes.

Hoje (27/11), vivenciamos um trágico e absurdo caso de feminicídio em nosso campus. Um homem armado fez de refém, agrediu e atirou em uma aluna dentro do estacionamento da Fundação.

Um acontecimento inesperado em uma cidade tão tranquila quanto Valença, mas que infelizmente reflete um cenário nacional de violência contra a mulher. 

Vivenciar essa situação é revoltante e extremamente entristecedor. Nos sentimos impotentes ao testemunhar, mesmo com ação imediata da polícia no local, um desfecho trágico.

A vítima foi conduzida ao hospital pela ambulância Samu, mas não resistiu. O assassino foi conduzido à 91ª Delegacia de Polícia Civil.

Estamos todos muito abalados e unidos em pensamento pela família da Mayara. Seguimos colaborando com autoridades no desdobramento da situação e à disposição da família para suporte nesse momento de dor.

LUTO OFICIAL: todas as atividades (presenciais, remotas e EaD) estão suspensas até a próxima segunda-feira, 30/11/2020”. (Foto: Redes sociais)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:20 Política