sábado, 15 dezembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Time de basquete de VR ganha campeonato da LSB

04/12/2018 14:30:07

Equipe da cidade do aço (de vermelho) ganhou 16 de 19 partidas na competição

Formado por um grupo de amigos que têm em comum a prática do basquete desde criança, o time amador VR Ballers, de Volta Redonda, conquistou no último domingo o título de campeão da Liga B da LSB (Liga Super Basketball) – a maior liga amadora de basquete do Brasil. O jogo final foi disputado na Arena da Juventude, em Deodoro, no Rio, contra o São Gonçalo, e a equipe da cidade do aço venceu por 69 a 67.

Com o resultado, o time se credenciou para disputar a Liga A de 2019. A campanha do time – incluindo classificação e playoff – foi marcada por 16 vitórias em 19 jogos disputados a partir de março.

O ala Wilkler, um dos integrantes da equipe, conta que o VR Ballers nasceu em 2016, quando amigos que se reuniam para jogar basquete decidiram montar um time e disputar as competições. Todos os atletas são de Volta Redonda – à exceção de Gilcimar, que é de Paraty – e chama a atenção que nenhum chegou a jogar profissionalmente.

- A LSB existe há praticamente uma década e faz um trabalho muito importante, promovendo um campeonato até mais atrativo do que o da federação de basquete do Rio – diz o atleta, de 36 anos, que também atua como assistente (o primeiro é Anderson Machado) do técnico Fernando Aledi, que assumiu no meio da temporada.

Como exemplo, ele cita o fato de os jogos serem transmitidos por canais no Facebook e YoutTube, como foi o caso da final em que saíram vencedores. “A liga tem times de todas as cidades do estado”, ressalta o ala, lembrando que a equipe de Três Rios está na final do grupo A deste ano, para o qual a equipe de Volta Redonda se garantiu juntamente com o São Gonçalo, Comari e União de Teresópolis.

O Ballers conta com um pequeno apoio da prefeitura de Volta Redonda, que cede ginásios para treinamentos e, quando possível, transporte para os jogos, todos disputados na Baixada Fluminense e no Grande Rio. Quando o ônibus não está garantido, os atletas se juntam para pagar as despesas e viajam de carro próprio para disputar as partidas. “Fora isso a gente conta com a ajuda de parceiros”, afirma Wilkler. (Foto: Reprodução YouTube)

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

13:41 Polícia