sexta-feira, 22 junho 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Tempestade deixa duas famílias de Volta Redonda desalojadas

Defesa Civil registrou 23 ocorrências até as 21 horas deste domingo

07/01/2018 22:01:04

A Defesa Civil de Volta Redonda registrou, até as 21 horas deste domingo, por conta do temporal que atingiu a cidade no final da tarde, 23 ocorrências. De acordo com o órgão, num período de 24 horas choveu 93 milímetros, quantidade considerada pelo órgão “muito acima do suportável  pelo solo do município”, o que ocasionou alagamentos em vários pontos da cidade. Houve deslizamentos de terra e queda de dois postes, uma na Rua Padre Ernesto Moreira Lamin e outro na Rua 650, no bairro Siderópolis. Um deles caiu sobre um carro que estava estacionado. Um dos deslizamentos na Rua Sargento Paulo Moreira, em frente ao Colégio Espírito Santo, no bairro Santo Agostinho.

Tempestade deixa duas famílias de Volta Redonda desalojadas

Os principais pontos de alagamento foram na Amaral Peixoto, no Centro, na Rodovia dos Metalúrgicos e no Aterrado, segundo a Defesa Civil.  O Rio Brandão transbordou na Casa de Pedra. Siderópolis e Jardim Tiradentes também foram afetados, informou o órgão.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, até as 21 horas deste domingo pelo menos duas famílias, uma do São Cristóvão e outra do Retiro ficaram desalojadas porque tiveram as casas alagadas. Elas foram abrigadas por parentes, onde vão passar a noite por conta da previsão de mais chuvas. Não há registros de desabrigados ou feridos.

A prefeitura informou que toda a sua estrutura está em alerta. A Defesa Civil, com apoio do Saae e Secretaria Municipal de Infraestrutura estão nas ruas da cidade providenciando a limpeza, retirada de árvores que caíram, desobstruindo bueiros e prestando atendimento. (Fotos e vídeo enviados por diversos leitores)

A previsão para as próximas 24 horas preocupa e a Defesa Civil  está em “estágio de atenção total”, com todas as equipes de plantão. Há previsão de mais chuva nas próximas horas, inclusive na madrugada desta segunda. A orientação para as famílias que residem em locais próximos a encostas e rios é para que procurem um lugar mais seguro. Qualquer emergência, devem ligar o 199.

BARRA MANSA - A chuva também causou transtornos em Barra Mansa. O Rio Barra Mansa transbordou e invadiu algumas casas próximas do seu leito, na Rua Florianópolis, no bairro Nova Esperança. Até o momento desta publicação, não havia informações sobre desabrigados ou desalojados na cidade.

Tempestade deixa duas famílias de Volta Redonda desalojadas

PINHEIRAL - Em Pinheiral, a chuva provocou alagamentos de ruas e casas na área central. No Hospital Municipal Aurelino Barbosa, também entrou água. Em redes sociais, moradores da cidade informaram que houve uma queda de barreira na estrada Pinheiral-Arrozal, bloqueando totalmente a passagem de veículos.

Tempestade deixa duas famílias de Volta Redonda desalojadas

Barra do Piraí - A Defesa Civil informou, no início da noite, que está em alerta, monitorando os níveis dos rios Paraíba do Sul e Piraí, analisando o índice pluviométrico e averiguando possíveis desalojados ou desabrigados. Ainda não há números oficiais a respeito das famílias atingidas. A previsão é de mais chuva nas próximas horas, inclusive na madrugada desta segunda-feira.

A Defesa Civil de Barra do Piraí também orienta as famílias que residem em locais próximos a encostas a procurarem um local mais seguro e, se houver qualquer emergência, ligar para o telefone do órgão (199).

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

08:25 Cidades