quarta-feira, 11 dezembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Sul Fluminense: Samuca vai esperar até 4ª feira decisão do TCE

11/11/2019 10:52:11

O prefeito de Volta Redonda Samuca Silva afirmou nesta segunda-feira, em entrevista à rádio Vibe FM, que vai aguardar até esta quarta-feira uma posição do TCE (Tribunal de Contas do Estado) sobre a licitação das 31 linhas operadas pela Viação Sul Fluminense. Este é o dia da semana em que o TCE geralmente se pronuncia sobre processos em análise. Se o órgão não liberar até lá, a prefeitura vai lançar um chamamento para contratar empresas em caráter emergencial para assumir o serviço. O TCE suspendeu a licitação que a prefeitura iria realizar no dia 4 do mês passado, devido à ação de uma empresa de ônibus de Barra do Piraí.

Lembrando que a prefeitura já ganhou na Justiça os processos contra a licitação, Samuca disse que uma solução emergencial se faz necessária porque o atendimento da Sul Fluminense é alvo de reclamações cada vez maiores nos canais da administração com o público. “A população não está aguentando mais, é o instrumento de que disponho”, disse o prefeito.

- Se o tribunal não se pronunciar até quarta-feira, vou fazer um contrato emergencial. É urgente isso – acrescentou.

O prefeito explicou que as linhas operadas pela empresa – que teve a concessão cassada por ele em maio deste ano – serão separadas em lotes, a fim de que as empresas interessadas não tenham que fazer investimentos vultosos.

- Vamos fazer um edital que divida ao máximo o número de linhas, para que o empresário não tenha que fazer um grande investimento, porque pode dar “deserto” [sem interessados]. Dividindo em lotes, o empresário poderá participar de acordo com sua capacidade – detalhou Samuca, antecipando que uma mesma empresa poderá assumir mais de um lote, caso tenha capacidade para tanto.

Na entrevista, o prefeito ressaltou, no entanto, que o problema enfrentado pelos usuários da Viação Sul Fluminense só serão superados com a nova licitação.

- É importante dizer que a prefeitura não está ausente. É a primeira licitação da história de Volta Redonda – afirmou.

Samuca disse que a demora na análise do TCE é normal, lembrando que o novo sistema de estacionamento rotativo na cidade (VR Parking) levou dois anos em análise até ser liberado. No caso da licitação das linhas da Sul Fluminense, ele disse concordar com o fato de que os 10 anos de contrato, previsto na licitação, é um tempo baixo para que o empresário recupere o investimento. “Concordamos que tem de ser de 30 anos para que haja retorno”, comentou, salientando que a empresa vencedora terá que investir em cerca de 100 carros para atender a demanda.

Na mesma entrevista, Samuca disse ainda que a prefeitura está analisando permanentemente, também, os serviços prestados pelas demais empresas nas outras linhas urbanas, mas ressaltou: “As queixas são muito baixas”.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:41 Educação