quarta-feira, 03 junho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Shoppings de VR reabrem na 2ª com regras especiais

16/05/2020 12:48:26

A flexibilização das atividades econômicas em Volta Redonda prevê mais uma etapa para a próxima segunda-feira: a reabertura dos shoppings, confirmada na sexta-feira pelo prefeito Samuca Silva, após a Justiça negar o pedido do Ministério Público estadual para fechar o comércio novamente.

O retorno destes centros comerciais, entretanto, se dará – à exemplo dos demais setores – com regras diferenciadas estabelecidas por decreto pela administração municipal, visando limitar o número de pessoas e, consequentemente, aglomerações que contribuam para a propagação do novo coronavírus.

O horário estabelecido no decreto permitirá que os shoppings abram das 12 às 20 horas. Serão quatro horas a menos do que estes estabelecimentos funcionam normalmente. O número de clientes nas lojas deve ser limitado a uma pessoa por cada 10 metros quadrados.

Pelo que foi estabelecido, menores de 5 anos e maiores de 60 não poderão ter acesso aos estabelecimentos. O tempo de permanência dos veículos no estacionamento foi limitado a uma hora e meia, sendo limitada área para veículos em 30%. Segundo o decreto, os estabelecimentos devem implantar tarifas diferenciadas para períodos superiores, no mínimo dez vezes a tarifa normal a cada hora ou fração excedente, de forma a inibir os abusos por parte dos consumidores. Estabelece ainda como obrigatória “a ampla divulgação, de forma clara e inequívoca, da imposição da tarifa diferenciada”.

As praças de alimentação também não poderão ocupar além de 30% do espaço e a utilização das mesas deve ser intercalada. O self-service permanece proibido. Cinemas e área de brinquedos para crianças também não poderão funcionar.

Ao confirmar a reabertura dos shoppings, Samuca voltou a apelar para que as pessoas se previnam. “Não é para ir passear”, disse ele, mantendo a orientação para que as pessoas - sobretudo dos grupos de risco, como idosos, só saiam de casa se houver extrema necessidade.

No decreto, publicado no final do mês passado, ficou determinado que os shoppings também cumpram medidas sanitárias como outros setores como as ações de limpeza intensas oferecer lavatório para as mãos ou álcool em gel aos clientes, aferição da temperatura dos consumidores na entrada dos estabelecimentos, com termômetro digital a laser (o texto exclui desta obrigação estabelecimentos de saúde, como farmácias e drogarias) e a divulgação das medidas de prevenção ao novo coronavírus.  

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:41 Polícia