quarta-feira, 03 junho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Samuca prepara cronograma para liberar outras atividades

Igrejas e academias devem ser incluídas em projeto

18/05/2020 09:30:08

O prefeito Samuca Silva afirmou nesta segunda-feira que pretende definir esta semana um cronograma para o retorno de outras atividades – como abertura de igrejas, academias e escolas particulares – interrompidas na cidade devido à pandemia da Covid-19. De acordo com ele, já foi apresentada uma proposta de decreto aos líderes religiosos, que ainda não foi discutida com o Ministério Público estadual (MPRJ) em razão da movimentação judicial havida na semana passada, depois que o órgão tentou suspender o acordo que permitiu a flexibilização das atividades econômicas.

“Qualquer nova atividade [para voltar a funcionar] temos que apresentar a eles e, se for rejeitado, teremos que recorrer com ações judiciais”, disse Samuca.

Ele explicou que a reabertura de alguns setores não foi prevista no acordo com o MPRJ e, por isso, qualquer novo decreto de flexibilização terá de ser levado aos promotores. “Pretendemos fazer um cronograma, claro, baseado em estatísticas desde o início da pandemia”, afirmou.

Embora descartando o retorno das aulas nas escolas particulares ainda este mês, o prefeito ressaltou o fato de que os pais de muitos alunos precisam deixar os filhos nas escolas para trabalhar. Porém, o mesmo não se aplicará às escolas públicas, ressalvou, onde não existe pagamento de mensalidade.

Críticas a aglomerações

Nesta segunda-feira, com a autorização para que os shoppings voltem a funcionar, Samuca Silva voltou a lembrar que foram estabelecidas condições para manter o comércio aberto, sendo uma a não aglomeração de pessoas. Ele revelou que, no fim de semana, a fiscalização da prefeitura teve muito trabalho em diversos bairros e advertiu que pessoas poderão ser presas se insistirem em descumprir as regras de isolamento.

“A população tem que se conscientizar. Há pessoas achando que está tudo normal, mas não está. Esquecem que estamos em uma pandemia. Se continuarem com aglomerações vamos ter aumento de ocuopção na rede e vamos ter que fechar de novo. Não queremos levar ninguém preso, mas, se tiver que levar, vamos fazer”, disse o prefeito. Ele citou como exemplo uma festa que era realizada numa praça pública do bairro Siderlândia, no domingo.

Testes em centros de triagem

Outra informação dada por Samuca na manhã desta segunda-feira é de que os cinco centros de triagem da cidade começaram no fim de semana a fazer o teste rápido para Covid-19 em pessoas que apresentam sintomas da doença. Segundo ele, no sábado e domingo foram feitos, ao todo, 91 testes, sendo que 12 pessoas estavam contagiadas.

“Mesmo aquelas que procuram os centros de triagem com algum sintoma e o teste dá negativo estamos colocando como caso suspeito e colocando também em quarentena O teste rápido serve de orientação, não como comprovação clínica. É por isso que temos um número elevado de casos suspeitos na cidade”, explicou.

Os centros de triagem funcionam nas unidades de Saúde da Família dos bairros Vila Mury, São João, 249 e Volta Grande, além do que foi instalado na Avenida Sávio Gama, no Retiro. Todos funcionam com horário estendido, até as 22 horas.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:41 Polícia