sexta-feira, 22 junho 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Rodovia do Contorno já atrai novas empresas para Volta Redonda

06/01/2018 09:43:15

A prefeitura de Volta Redonda se reuniu na sexta-feira com representantes da empresa de distribuição de combustíveis Terrana. A empresa tem o objetivo de se instalar às margens da Rodovia do Contorno – inaugurada no mês passado. Estiveram presentes no encontro o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, e o assessor estadual da Secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Wanderson Faria.

Após o encontro os representantes da Empresa, foram até a Rodovia do Contorno, acompanhados por Joselito, para mapear possíveis áreas de instalação. A empresa tem o interesse de criar um posto de gasolina e uma central de distribuição de combustíveis. O prefeito Samuca Silva destacou que a abertura da Rodovia gerou muitas possibilidades para que o município receba investimentos. “A Rodovia do Contorno e toda Volta Redonda têm muitas possibilidades de investimentos. Nossa cidade tem terras disponíveis, logística e está muito bem localizada. Estamos muito envolvidos na busca pelo desenvolvimento econômico e a geração de empregos e a reunião de hoje é uma prova disso”, comentou, ressaltando que a Rodovia do Contorno só foi aberta após muito diálogo liderado pelo atual governo.

O diretor nacional de vendas da Terrana, Cyro Rejani, disse que a empresa está no Brasil há dez anos e agora está expandindo seus negócios por todo o estado do Rio. “Estamos, por exemplo, abrindo 30 postos de combustível por ano. Nosso objetivo é abrir postos que serão consistentes”, destacou, ressaltando que em caso de abertura de um posto de gasolina na Rodovia do Contorno, a empresa tem parceiros para trazer ao empreendimento, como redes de fastfood e lubrificantes.

A Terrana investe em distribuição de combustível, com centrais de distribuição, e também com postos de gasolina. “Nós temos um preço de combustível competitivo e estamos conseguindo nos estabelecer no estado”, destacou Cyro Rejani. Segundo o diretor da Terrana, a empresa tem condições de se instalar na cidade, independente da negociação para ter o terreno necessário.

O prefeito Samuca Silva explicou aos representantes que na cidade há terrenos da prefeitura, que podem ser vendidos ou negociados através de concessão, além de terras de particulares, que podem ser adquiridos através de negociação direta entre as partes. “Volta Redonda é grande, e agora no nosso governo estamos pensando no desenvolvimento, no crescimento da cidade, aumentando a renda da população. Para se ter uma ideia, Volta Redonda não estava inscrita no Codin (Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro), que também ajuda a atrair novos negócios para a cidade”, completou Samuca Silva.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

08:25 Cidades