terça-feira, 04 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Professora Fátima assume cargo em Barra Mansa

14/07/2020 20:16:48

Fátima Lima, Gilmar Lelis e o prefeito afastado Rodrigo Drable

A professora Fátima Lima assume nesta quarta-feira (15) o cargo de prefeita de Barra Mansa depois do afastamento de Rodrigo Drable ser ordenado pela Justiça. A informação foi dada pela prefeiutura de Barra Mansa. A comunicação foi feita logo após a publicação por este jornal de que a vice já teria assumido o cargo nesta terça (14).

O FOCO REGIONAL tentou falar com Fátima no início da noite, mas uma mulher que atendeu à ligação e disse ser sua nora, disse que ela não poderia conversar com a reportagem porque estava em uma reunião.

Rodrigo Drable foi afastado do cargo a pedido do Ministério Público (MPRJ), que o denunciou por suspeita de corrupção e organização criminosa. A investigação foi originada pela denúncia do vereador Gilmar Lelis (PRTB) de que teria recebido uma oferta de propina de R$ 30 mil para votar a favor da aprovação das contas de Drable, relativas a 2018, que foram rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado). Asa contas foram votadas no dia 12 de maio deste ano e foram aprovadas por 14 votos contra 5.

Além do prefeito, foram afastados dos cargos os vereadores Paulo Chuchu (DEM), presidente da Câmara, e Zélio Show (PRTB). Este teria intermediado a negociação do prefeito com Lelis. Gravações divulgadas pela TV Globo nesta terça-feira mostram Zélio falando com Lelis sobre o oferecimento e, depois, o próprio prefeito afirmando que cumpriria “o compromisso”.

Associação de procuradores divulga nota

Também nesta terça-feira, a Associação dos Procuradores do Vale do Paraíba e dos Procuradores Municipais de Barra Mansa divulgou uma nota contestando outra emitida pela assessoria de imprensa da prefeitura. Na nota do município, a prefeitura afirma que “o prefeito Rodrigo Drable foi acusado indevidamente” (...) e que o “corpo jurídico do município já está trabalhando na elucidação dos fatos (...).

Na nota, os procuradores ressaltam que seu papel é defender os interesses do município e não pode fazer a defesa pessoal do prefeito. Veja abaixo a integra da nota.

“A ASSOCIAÇÃO DOS PROCURADORES DOS MUNICÍPIOS DO MÉDIO PARAÍBA E DA COSTA VERDE FLUMINENSE – APMEP, pessoa jurídica de direito privado de representação das carreiras de Procurador do Município no âmbito do médio paraíba e da costa verde fluminense e os PROCURADORES DO MUNICÍPIO DE BARRA MANSA, diante de nota emitida pela Prefeitura de Barra Mansa, por meio de seu órgão de comunicação, vem, a público, em resposta, esclarecer que os Procuradores do Município têm como atribuição legal a defesa dos interesses do Município e de toda coletividade, exercendo a advocacia pública em prol do interesse público e de políticas públicas, não sendo órgão representativo da Figura de Prefeito e não pode fazer sua defesa pessoal, quando de seu interesse exclusivo.

FREDERICO ALTINO CAMPOS

PRESIDENTE DA APMEP“

Atualizada às 20h28min

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

16:33 Educação