terça-feira, 11 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Prefeito de BM ataca decisão judicial para fechar comércio de novo

15/05/2020 12:26:38

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable atacou duramente, nesta sexta-feira, a decisão da juíza da 1ª Vara Cível, Anna Carolinne Licasalio da Costa, tomada na última quarfa-feira, determinando que o comércio seja fechado novamente. Em entrevista ao Programa Dário de Paula, da Rádio Sul Fluminense, na qual confirmou que a prefeitura vai recorrer da decisão, Drable classificou a sentença de invasão de competência e a comparou à uma medida ditatorial. “Mas aqui tem combatente, aqui não tem bunda mole, não, para aceitar este tipo de coisa”, afirmou.

À exemplo de Volta Redonda, Barra Mansa assinou com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro um acordo para a reabertura do comércio, o que ocorreu no último dia 29, depois que o setor passou mais de 40 dias fechado devido à pandemia de coronavírus, período em que funcionaram apenas os setores essenciais. O MPRJ pediu à Justiça, como também fez em Volta Redonda, a reconsideração do acordo depois que o estado emitiu uma deliberação requisitando para si a regulação dos leitos destinados a pacientes com Covid-19 em todo o território fluminense, inclusive os que foram criados e geridos pelos municípios.

Inconformado com a decisão, Drable lembrou que o STF (Supremo Tribunal Federal) já decidiu que as decisões relativas às medidas de combate ao coronavírus cabem a governadores e prefeitos. Ele destacou que o acordo com o MPRJ vem sendo cumprido na íntegra em Barra Mansa e não poupou críticas à iniciativa dos promotores e à decisão da juíza.

“A decisão vai quebrar o comércio. As pessoas vão passar fome, vai ter gente infartando de nervoso em casa, vai ter gente com depressão e cometendo suicídio. A consequência vai ser pior do que o coronavírus na cidade”, disse, depois de questionar como “as famílias trabalhadoras vão fazer para alimentar seus filhos”.

Segundo ele, a decisão “beira a inconsequência” e se constitui em “abuso de autoridade” e “invasão de competência”. Ainda segundo ele, “alguns se proclamam titulares do direito alheio”. Na entrevista, Drable ainda ironizou: “Barra Mansa está bem gerida não é por causa de algum conselho ou recomendação externa. É em função das ações que adotamos”. O Ministério Público, antes de ajuizar ações civis públicas, geralmente expede recomendações que entende ser adequadas para determinados casos.

Na mesma entrevista o prefeito de Barra Mansa se disse preocupado porque “nem sempre quem profere a decisão mora na cidade, não vive a realidade da cidade” e avaliou a ordem de fechar como “contrassenso, porque Barra Mansa fez o dever de casa”.

- Se os nossos hospitais estão vazios e o acordo está sendo cumprido, não podem fazer isso. É um desrespeito, uma falta de respeito com o povo de Barra Mansa, que seguiu tudo o que foi determinado até então”, prosseguiu Drable, que, até a hora em que concedeu a entrevista, não havia sido oficialmente comunicado da decisão judicial. “Só por rede social”, ironizou de novo. “A decisão é de uma arbitrariedade que nunca vi igual”, acrescentou, reafirmando enxergar “invasão de competência e despreocupação com a realidade”, classificando então a medida como “ditadura branca”.

As críticas não pararam por aí. Rodrigo Drable chamou de “vergonhosa” a atuação de “algumas figuras do Judiciário nestes processos”.

- Eles se empoderaram de algo que o povo não deu a eles. O Judiciário não é exemplo nem arauto de moralidade no país em que vivemos. Se fosse, não teríamos tantos escândalos na política quanto no Judiciário – afirmou, sem maiores explicações.

Barra Mansa foi a primeira cidade do estado a registrar o coronavírus. Até a última atualização feita pela prefeitura, três óbitos causados pela doença foram confirmados. 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:18 Esporte