sexta-feira, 28 fevereiro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Piraí receberá Estação de Tratamento de Esgoto

ETA é resultado de união entre os Comitês Guandu, Ceivap e prefeitura

22/01/2020 12:06:08

Os moradores de Piraí e da região da bacia hidrográfica do Guandu serão beneficiados com a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETA). A estação será construída no bairro Laranjeiras e terá a capacidade de tratar 817 quilos de carga orgânica por dia, que deixará de ser jogada no Rio Piraí, um dos rios da região hidrográfica que abrange total ou parcialmente 15 cidades. Cerca de 15 mil pessoas serão beneficiadas diretamente e quase 10 milhões indiretamente, já que o Piraí fica à montante da bacia.

A assinatura da parceria entre o Comitê Guandu, Ceivap (Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul) e prefeitura ocorreu nesta quarta-feira, na sede da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, no Centro do Rio. Além do prefeito Luiz Antonio e dos diretores do Comitê Guandu, estarão presentes o secretário estadual de Ambiente e Sustentabilidade do Rio, Altineu Côrtes, e o diretor de Recursos Hídricos do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), Hélio Vanderley.

Além da população de Piraí, moradores da Região Metropolitana do Rio serão beneficiados. O Rio Piraí desagua no Ribeirão das Lajes, e de lá, as águas seguem para o Rio Guandu, local da captação da água da ETA que abastece quase 10 milhões de pessoas na capital fluminense.

- Este projeto traz o ineditismo da articulação entre dois comitês, um federal (Ceivap) e outro estadual (Guandu), para atingir as metas de ambos os planos de bacia, que é a melhoria dos recursos hídricos. A construção da ETE é uma ação efetiva para redução de carga orgânica no Rio Piraí, cujas águas são essenciais para o abastecimento de grande parte da Região Metropolitana do Rio”, explicou Juliana Fernandes, doutora em Recursos Hídricos e diretora da Agevap (Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul).

O projeto da ETE foi elaborado pela Cedae com recursos do Comitê Guandu. A prefeitura de Piraí destinou o local para a construção, a rede coletora e as condições legais e administrativas exigidas no edital. Para a construção, o Comitê Guandu disponibilizará cerca de R$ 15 milhões.

Estudos já comprovaram que a falta de saneamento básico está diretamente ligada a doenças intestinais e de pele, que resultam no aumento da mortalidade infantil, entre outros problemas. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:24 Saúde