quarta-feira, 18 setembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Paulinho do Raio-X destaca ações de 2018

27/12/2018 18:50:21

Sensação de dever cumprido. É assim que o vereador Paulinho do Raio-X, de Volta Redonda, avalia seu trabalho em 2018 na Câmara de Volta Redonda. Dos pedidos de obras rapidamente solucionados até visitas a bairros da cidade, atendendo as principais demandas dos moradores, Paulinho diz ter sido incisivo na cobrança ao Executivo na resolução de diversos problemas que atingiam as pessoas, principalmente as de classe mais humilde. Porém, ele acentua que manteve a atenção para o segmento considerado prioridade desde o início de seu mandato: a saúde. “Sou uma pessoa simples, de família humilde, e sei o que é passar por dificuldades. Senti na pele isso quando criança. Já passei fome e tudo que quero é amenizar o sofrimento das pessoas”, afirma o vereador.

Natural de São João de Meriti, no Rio, o parlamentar veio para Volta Redonda aos 7 anos de idade, por conta do pai, que trabalhava na CSN. “Ele faleceu aos 78 anos, um mês e 11 dias após minha eleição de vereador. Durante a minha campanha política, em 2016, ainda perdi minha mãe e meu irmão. Foram dias muito difíceis”, relembrou.

Dentre as ações de Paulinho, uma das que ele considera mais bonitas foi a de captação de medula óssea, visando encontrar um doador compatível para o bebê Rafa, diagnosticado em dezembro de 2017 com a síndrome de Wiskott-Aldrich, uma doença de imunodeficiência grave e rara.

“No início, o Corpo de Bombeiros se sensibilizou com a causa e conseguimos fazer com que disponibilizassem uma van  para levar as pessoas de Volta Redonda até o Inca (Instituto Nacional do Câncer), no Rio de Janeiro, para realizar a captação da medula. Depois, conversamos com o então secretário de estado de Saúde, Dr. Luizinho, e ele conseguiu abrir a captação de medula para Volta Redonda. Foi uma luta, mas foi vencida, devido ao engajamento que tivemos com a Associação dos Aposentados, já que, na ocasião, não houve boa vontade por parte da Secretaria de Saúde de Volta Redonda”, ressaltou Paulinho, acrescentando que a ação foi um sucesso.

“Foram mais de mil cadastros feitos em apenas um dia, sendo necessária outra edição. Após muita luta, mais uma vez, conseguimos que no dia 21 de julho a campanha acontecesse novamente, com mais quase mil cadastros feitos no Redome, totalizando duas mil captações e quatro mil pessoas comparecendo e abraçando a causa. A população de Volta Redonda foi muito solidária”, destaca.

Outras ações

Além da captação de medula, Paulinho aponta outras iniciativas. Uma delas, foi a implementação de linhas de ônibus nos bairros Belvedere e Roma, visando levar a população ao Hospital São João Batista e à Policlínica da Cidadania, nos bairros São Geraldo e Jardim Paraíba, respectivamente: “Quanto ao hospital, havia grande dificuldade das pessoas em subir ao morro que leva até o São João Batista. Sei disso por já ter passado por esta situação. Meu objetivo foi oferecer conforto para as pessoas irem até o hospital. Como se não bastasse ter problemas de saúde, a população ainda tem que passar por problemas de acessibilidade? Definitivamente, não dá”.

Além disso, Paulinho voltou ao Rio de Janeiro para solicitar a circulação de um caminhão de mamografia para a região: “O caminhão ficou quatro dias em cada cidade e em Volta Redonda, oito, atendendo cinco dias no município. Nos outros três, devido a Copa do Mundo, não houve atendimentos. Além de mamografia, fizeram ultrassons, exames para tireoide e mama, entre outros”.

Paulinho também conseguiu aprovar a Lei 4.567, que autoriza a implantação de um programa de odontologia hospitalar em Volta Redonda, nos hospitais e nos centros de terapia intensiva: “Inclusive, já está em funcionamento no Hospital Munir Rafful. A lei inclui o cirurgião dentista na equipe multidisciplinar dos hospitais. Quando o paciente está internado, não costumam fazer higiene na boca, que é o local mais sujo do corpo. Causa uma grande proliferação de bactérias. Quando o paciente está no CTI, pode acumular bactérias pesadas, que vão para o organismo, causando pneumonia, adquirida por ventilação mecânica. Isso pode levar à morte. Seria importante a demais cidades também implantarem esta lei”.

Expectativa para 2019

Paulinho, que se classifica como “um vereador do povo”, dispensa o rótulo de parlamentar e se diz “simples, humilde, vitorioso e, principalmente, determinado”.

- Minhas expectativas para 2019 são as melhores possíveis. As pessoas podem esperar um empenho ainda maior para o próximo ano. Farei ações tão eficientes quanto fiz em 2018 e um pouquinho mais. Sempre estarei a serviço das pessoas”, garante.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:35 Polícia