quarta-feira, 21 novembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Lazer

OSBM toca com Léo Gandelman em concerto nesta 3ª feira

Saxofonista é solista convidado da noite em repertório clássico e popular

25/06/2018 16:18:05

A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa (OSBM) terá um convidado especial para o concerto que acontece nesta terça-feira, às 20 horas, no Instituto Cultural Municipal. Com a regência de Daniel Guedes, a OSBM recebe como solista da noite o saxofonista Léo Gandelman, um dos nomes de destaque da música brasileira.

Mesclando o clássico ao popular, o concerto será aberto com “Sinfonia Nº  1 em Dó Maior Op.21”, de Beethoven, seguida de “Concertino Para Saxofone e Orquestra”, de Radamés Gnattali. Fazem parte ainda do programa as canções “Valsa Triste”, também de Gnattali, “As Rosas Não Falam”, de Cartola, “Lamento”, de Pixinguinha e Vinícius de Moraes, e “Furuvudé”, composição do próprio Gandelman.

O saxofonista, que esteve em Barra Mansa no último dia 21, para ensaiar com a OSBM, comentou sobre a expectativa para a apresentação, elogiando a orquestra. “Num momento em que nosso pais vive uma fase de desmonte de orquestras, tocar com a Sinfônica de Barra Mansa, com quem já toquei outras vezes, é um grande prazer. A OSBM é uma orquestra que se renova, que está sempre crescendo, melhorando”, afirmou ele. 

Gandelman falou ainda sobre o repertório escolhido e destacou como especial o fato de tocar pela primeira vez uma música com um novo arranjo, feito pelo trombonista Vittor Santos. “Será um momento muito especial tocar com a orquestra, pela primeira vez, ‘Lamentos’, com arranjo de Vittor Santos. Também quase não tenho oportunidade de tocar composições minhas, como ‘Furuvudé’, com uma orquestra. E quero dizer também que é uma honra tocar com Daniel Guedes, um músico acima da média, que faz música com o coração, que entende a música de forma especial”.

Ele ressaltou ainda a execução de “Concertino”, de Radamés Gnattali.

- Radamés é um dos maiores compositores da música brasileira. Toquei essa peça, em 2001, em Nova Iorque, no Linconl Center. Ele tem elementos da música brasileira, da música universal. Me perguntaram “Essa música é brasileira?”. “É jazz?”, e eu respondi: “É Radamés!” – contou.

Léo Gandelman também elogiou o Projeto Música nas Escolas, desenvolvido em Barra Mansa. “Esse projeto é simplesmente espetacular e o resultado está aí, com essa orquestra maravilhosa, que hoje é conhecida no país inteiro. O maestro Vantoil (de Souza, diretor Artístico da Associação da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa) está de parabéns, ele é um visionário, um empreendedor da música”.

O evento é gratuito e com classificação livre.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

09:48 Cidades