terça-feira, 11 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Operação policial interrompe live de grupo de pagode em Angra

Membros do Aglomorou deram explicação em rede social

26/07/2020 16:23:04

Uma operação da Polícia Civil, na tarde deste domingo, em Angra dos Reis, acabou interrompendo uma live do grupo de pagode Aglomerou, que era realizada numa casa na Praia da Ribeira. A casa onde estavam os músicos é vizinha à de uma das residências que seriam um dos alvos da operação policial. 

Houve disparos de tiros, que assustaram os músicos. A explicação foi dada por membros do grupo, da própria cidade, que foram ao Instagram contar o ocorrido. Ninguém que estava na casa de onde a live era transmitida se feriu.  

Moradores de Angra relataram em grupos sociais que a movimentação de agentes era grande, inclusive com a utilização de um helicóptero.

Na noite deste domingo, a Polícia Civil publicou uma nota a respeito:

"Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), realizaram uma ação no município de Angra dos Reis, na tarde deste domingo (26), referente a uma investigação cujos detalhes não foram divulgados. Os policiais averiguavam informação sobre uma casa onde estaria sendo realizada uma festa desde o sábado, com foragidos da Justiça.

Com a aproximação dos agentes, alguns criminosos correram em direção a um mangue e efetuaram disparos em direção aos policiais, que ainda tentaram localizá-los, sem sucesso.

Alguns integrantes do evento possuíam anotações criminais por tráfico de drogas, roubos, associação criminosa, entre outros crimes, mas sem mandados de prisão pendentes. Todas as pessoas que estavam na festa foram autuadas por descumprimento de medida sanitária preventiva, com base no artigo 268 do Código Penal.

No local os agentes encontraram frascos de lança-perfume e indícios de consumo de drogas. Algumas pessoas que estavam na festa também possuíam anotações criminais por diversos crimes.

Na casa ao lado, onde estava sendo realizada a diligência, ocorria uma live de um grupo musical, que foi interrompida para evitar danos colaterais durante a incursão". (Fotos: Redes sociais)

 

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:18 Esporte