quarta-feira, 23 setembro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cultura

Morre, de Covid-19, compositor Aldir Blanc

Ele estava internado no Rio

04/05/2020 09:11:27

O compositor Aldir Blanc, de 73 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira no Rio. Ele estava internado com Covid-19, no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel. Blanc foi hospitalizado em 10 de abril, no Leblon, com infecção urinária e pneumonia. Cinco dias depois, foi transferido em estado grave, devido a uma infecção generalizada. Segundo amigos, seu estado até apresentou ligeira melhora, mas voltou a piorar no fim de semana.

Carioca, Aldir Blanc Mendes nasceu em 2 setembro de 1946. Em 1996, ingressou na Faculdade de Medicina, especializando-se em psiquiatria. Em 1973, abandonou o curso para dedicar-se exclusivamente à música, tornando-se um dos mais importantes compositores brasileiros.

Seu maior sucesso, em parceria com João Bosco, é “O Bêbado e a Equilibrista”, eternizado na voz de Elis Regina. Outras composições famosas são “Bala com Bala”, “O Mestre-Sala dos Mares”, “De Frente Pro Crime” e “Caça à Raposa”.

Blanc também era cronista. Publicou vários livros, entre eles, "Rua dos Artistas e Arredores" (Ed. Codecri, 1978); "Porta de tinturaria" (1981), "Brasil passado a sujo" (Ed. Geração, 1993); "Vila Isabel - Inventário de infância" (Ed. Relume-Dumará, 1996), e "Um cara bacana na 19ª" (Ed. Record, 1996), com crônicas, contos e desenhos. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:51 Cultura