sábado, 25 maio 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Morre catador de lixo baleado por militares do Exército no Rio

Carro de músico foi atingido por 80 tiros

18/04/2019 13:47:50

O catador de materiais recicláveis Luciano Macedo, baleado no último dia 7, quando o Exército atirou 80 vezes contra um carro em Guadalupe, no Rio, morreu nesta quinta-feira. Ele foi ferido ao tentar ajudar a família do motorista do veículo, o músico Evaldo Santos Rosa, que morreu na hora.

A morte de Luciano foi confirmada por familiares, que receberam a notícia às 6 horas. Em seguida, a informação foi repassada aos advogados que cuidam do caso.

Luciano estava internado no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Na última quarta-feira, a Justiça ordenou que ele fosse transferido para o Hospital Moacyr Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A Secretaria Estadual de Saúde, no entanto, informou que a transferência não seria possível devido ao estado de saúde da vítima, que era considerado gravíssimo.

Luciano foi baleado quando tentava ajudar a família que estava no carro atingido pelos disparos do Exército. As cinco pessoas que estavam dentro do veículo iam para um chá de bebê: Evaldo dos Santos Rosa; a esposa dele; o filho, de 7 anos; o sogro de Evaldo (padastro da esposa); e uma amiga da família.

Evaldo morreu na hora. O sogro dele, Sérgio Guimarães de Araújo, foi baleado nos glúteos e teve alta no último domingo (14). A esposa, o filho de 7 anos e a amiga não se feriram.

Dez dos 12 militares do Exército que estavam na patrulha no dia que o carro foi atingido foram presos após prestarem depoimento sobre a ação. Nove seguiram presos após audiência. A investigação do caso ficará a cargo da Justiça Militar. A reportagem é do G1.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:07 Saúde