sábado, 17 agosto 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Monotonia marca empate de 0 a 0 entre Voltaço e Remo

09/08/2019 21:52:22

Num jogo monótono, em que predominou a falta de criatividade dos dois times, Volta Redonda e Remo empataram em 0 a 0 na noite desta sexta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira. A partida, válida pela Série C do Campeonato Brasileiro, foi pela 16ª rodada da competição.

Com o resultado, o Volta Redonda ocupa provisoriamente a vice-liderança do grupo B, mas pode ser ultrapassado pelo São José (RS) e Paysandu (PA) no complemento da rodada. O Tricolor de Aço volta a campo no dia 19 (segunda-feira), contra o Juventude, também no Raulino.

O primeiro tempo foi marcado por duas expulsões – uma de cada time – logo aos 10 minutos. O árbitro Marcelo Ribeiro de Souza deu cartão vermelho para Douglas Lima, do Volta Redonda, e Wesley, do Remo, depois de um desentendimento entre os jogadores.

A punição aparentemente assustou os dois times, que ficaram completamente comedidos. Somente aos 23 minutos, o Remo chegou com perigo, numa real chance de gol em que a bola cabeceada por Ramires foi para fora.

A rigor, o Tricolor de Aço não chegou com perigo uma única vez ao gol do adversário. O goleiro do Remo praticamente não trabalhou.

O Volta Redonda retornou para o segundo tempo com mais objetividade e passou a dominar as ações, ainda que sem criar chances reais de gol pelo menos até os 14 minutos, quando Núbio Flávio achou Wandinho dentro da área. O atacante se livrou de um marcador, mas o chute saiu fraco, facilitando a defesa de Vinicius.

Aos 17, outra chegada, desta vez com Wallisson, que arriscou de longe, mas mandou para fora. 

Toninho Andrade, neste momento, decidiu mexer. Tirou Wallisson e colocou Luan. Logo em seguida, trocou Luciano Naninho por Echeverría, ex-jogador do Remo. O clube paraense também fez mudanças. Aos 25, Marcelo Fernandes tirou Gabriel Cassimiro e Eduardo Ramos, colocando em campo Danillo Bala e Zotti. Andrade mexeu de novo pouco depois, tirando Núbio Flávio para a entrada de João Carlos.

A produção do time, no entanto, não melhorou. E foi o Remo que chegou com algum perigo aos 36, quando Danilo Bala, em vez de cruzar, como todos esperavam, chutou para o gol, obrigando o goleiro Douglas Borges a fazer o desvio para escanteio.

O resultado, se não foi de todo ruim, também não foi o esperado pela torcida do Voltaço. Já o Remo saiu satisfeito com o ponto conquistado fora de casa. (Foto: Volta Redonda FC)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:43 Polícia