domingo, 22 abril 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Ministro pede rigor sobre assassinato de vereadora

Marielle Franco foi morta a tiros no Rio

15/03/2018 10:44:08

Expressando “indignação profunda”, o Ministério dos Direitos Humanos expressou nesta quinta-feira “a tristeza e pesar” pelo assassinato da vereadora Marielle Franco, de 38 anos, na noite da quarta-feira, na região central do Rio. O motorista dela, Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, também morreu baleado.

O ministro Gustavo Rocha e o movimento Observario vão se reunir nesta quinta-feira, às 14 horas, com o interventor federal na segurança pública do Rio, general Braga Netto, no Palácio Duque de Caxias, sede do Comando Militar do Leste, para reforçar o pedido de rigor nas investigações do crime. Todo o aparato do Observario e a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos estão mobilizados para acompanhar o caso.

De acordo com o ministro, “o Brasil e o Rio de Janeiro não podem mais aceitar o estado de barbárie que leva a crimes como o que vitimou Marielle. Neste momento, governo e sociedade civil precisam estar unidos para buscar soluções concretas de segurança, sem perder de vista o fundamento indispensável do respeito aos direitos humanos”.

Líder significativa e símbolo do ativismo em direitos humanos, Marielle teve atuação decisiva na defesa dos direitos de todos os cidadãos, com lutas expressivas na área de segurança pública e nas causas das mulheres, negros e Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:26 Cidades