sexta-feira, 28 fevereiro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

MG confirma 4ª morte que pode estar relacionada a cerveja contaminada

Homem de 89 anos é a vítima mais recente

16/01/2020 19:09:41

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirmou nesta quinta-feira a quarta morte relacionada ao consumo da cerveja Belorizontina no estado. O órgão já havia confirmado que a morte de uma mulher em Pompéu, em 28 de dezembro de 2019, está relacionada com a síndrome nefroneural. Ela tinha 60 anos e consumiu a cerveja no bairro Buritis, em Belo Horizonte.

Até agora foram notificados 18 casos de intoxicação, dos quais quatro foram confirmados e 14 continuam sob investigação. Segundo a secretaria, no entanto, apenas a morte de Pachoal Dermatini Filho, de 55 anos, está dentre os casos confirmados de intoxicação pelo dietilenoglicol. Os outros três estão entre os casos suspeitos, dependendo do resultado de análises laboratoriais.

Também nesta quinta-feira, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou nota informando que identificou a presença de monoetilenoglicol e dietilenoglicol em oito produtos da Cervejaria Backer. Foram encontradas as substâncias tóxicas nas marcas Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown e Backer D2, além das marcas Belorizontina e Capixaba.

As análises foram realizadas pelos laboratórios federais de defesa agropecuária, que constataram 21 lotes contaminados, sendo 12 da Belorizontina.

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:24 Saúde