sexta-feira, 17 novembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Metalúrgico é difamado em redes sociais após falsa promessa de emprego

23/10/2017 08:31:03

Uma falsa promessa de emprego transformou um inferno, desde a última sexta-feira, a vida do metalúrgico Rafael de Oliveira Silva, de 38 anos, e sua mulher Elen Cristina Silva, de 33, morador de Volta Redonda. Por se recusar a depositar para um golpista R$ 100, ele vem tendo sua foto disseminada em redes sociais como se fosse um estuprador de crianças.

Rafael procurou a delegacia de Volta Redonda no domingo, onde fez o registro do fato. Na cópia que entregou ao FOCO REGIONAL, consta que “em pesquisa ao sistema de inteligência, não foi encontrado registro de crimes de estupro” relacionados ao metalúrgico, “fato que corrobora, em tese, que se trata de maus uma mentira disseminada em redes sociais”.

Desempregado, Rafael disse que o caiu num golpe de falsa promessa de emprego justamente numa rede social, compartilhada entre ele e amigos metalúrgicos. Ele disse que só começou a desconfiar que se tratava de um golpe quando a pessoa com quem falava mencionou que o salário para uma obra – ele é soldador – seria de R$ 2.750.  E que teve certeza quando o interlocutor garantiu que iria contratá-lo, mas queria o pagamento de R$ 100.

- Eu perguntei se ele não tinha vergonha de fazer isso com trabalhador. E ele respondeu que, como já estava com meus documentos, se eu não pagasse ele iria arruinar a minha vida – disse Rafael, que enviou os documentos para o e-mail apresentado pelo golpista, cujo endereço tem os nomes da CSN e Magnesita, mas é de um servidor gratuito, que pode ser criado por qualquer pessoa.

A foto de Rafael foi retirada de seu perfil numa rede social, onde ele aparece com um cão. No texto, ele é apresentado como “um monstro”, que estaria “estuprando crianças em todo estado Brasileiro (sic)” e que teria sido visto em Volta Redonda.

Metalúrgico é difamado em redes sociais após falsa promessa de emprego

Rafael com a mulher, com quem é casado há 14 anos: 'Estamos com medo'

Acompanhado da mulher, com quem está casado há 14 anos, Rafael diz que teme pela segurança do casal. “Estamos muito abalados”, diz Elen. “As pessoas não sabem [que é mentira], xingam e ainda compartilham. Estamos com medo”.

Rafael ressalta que é importante não haver o compartilhamento. Ele lembra que compartilhar a informação falsa pode resultar em processo por injúria e difamação. “Quem compartilha está fazendo uma divulgação que não é real”, diz o metalúrgico, que já trabalhou em diversas obras na CSN, na Verolme e na Magnesita. “Sempre trabalhei muito, de forma honesta, sou um homem honrado”, disse ele.

Na delegacia, ele foi informado que o golpe e a disseminação da acusação pode ser de algum presidiário. O caso está sendo investigado. (Arte: Ricardo Caldas)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

16:57 Estado