sábado, 15 dezembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Megaoperação policial acontece em Campos

Áreas dominadas pelo tráfico são o alvo principal

09/08/2018 11:12:25

Militares estão realizando, nesta quinta-feira, uma grande operação em comunidades de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O Comando Conjunto da intervenção na segurança pública do Rio informou que a ação, em apoio à Secretaria de Estado de Segurança, envolve 387 militares das Forças Armadas, 150 policiais militares, 85 policiais civis e 23 agentes rodoviários federais, com apoio de meios blindados e aeronaves.

Integrantes do Ministério Público (MP) estadual também atuam no cumprimento de 126 mandados de busca e apreensão em casas populares de sete diferentes conjuntos habitacionais no distrito de Guarus. De acordo com o pedido do Gaeco, do Ministério Público estadual, acatado pela 1ª Vara Criminal de Campos, as habitações foram invadidas por traficantes de drogas da região, que expulsaram os moradores com o objetivo de implementar redutos para depósito de armas e de drogas, ponto de venda de entorpecentes e abrigo dos seus comparsas.

A operação está sendo realizada nas comunidades do setor leste da cidade: Parque Eldorado I e II, Parque Santa Rosa, Parque Santa Clara e Parque Prazeres, uma área que abrange cerca de 15 mil habitantes.

As Forças Armadas atuam no isolamento e controle do perímetro externo das comunidades. A Polícia Militar opera no interior das comunidades, verificando denúncias de ostensividade criminosa. A Polícia Civil cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apoia no bloqueio e controle do tráfego das rodovias federais que demandam à região.

As ações envolvem ainda a revista de pessoas e de veículos, a checagem de antecedentes criminais e a remoção de barricadas erguidas por criminosos.

Funcionários da concessionária local de energia elétrica aproveitam a estabilidade e o acesso propiciados pelas forças de segurança para trabalhar na identificação e eliminação de "gatos" (furtos de energia).

As tropas efetuam a distribuição de folhetos impressos solicitando a colaboração da população. São oferecidos dois canais: um telefone para denúncias anônimas (21-2253-1177) e um e-mail para dúvidas, reclamações, comentários e sugestões (ouvidoria.intervencao@cml.eb.mil.br).

Segundo o MP, as casas populares, localizadas nos conjuntos habitacionais Codin, Eldorado, Novo Eldorado, Parque Aeroporto, Parque Prazeres, Parque Santa Clara e Santa Rosa, foram invadidas mediante violência ou grave ameaça, de acordo com as investigações. Os criminosos expulsaram os moradores de suas residências e as invadiram, chegando a executar os resistentes quando não atendidos.

Como a grande maioria dos moradores que tiveram suas casas invadidas não prestou queixa às autoridades policiais, com medo de represálias, o Gaeco encaminhou ofício à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social de Campos solicitando a listagem dos logradouros referentes às casas invadidas, afim de que o Poder Público pudesse agir em prol das famílias prejudicadas.

A região é dominada pelo narcotráfico, onde inúmeros homicídios e tentativas tem ocorrido, sendo que, no corrente ano até o Inicio de agosto foram registradas na 146ªDP (Guarus), 154 vítimas de tentativas de homicídio e 120 vítimas de homicídio, todas com ligação com o tráfico de drogas. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:10 Cidades