quinta-feira, 19 julho 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Luverdense atropela Voltaço: 4 a 1

14/05/2018 22:33:47

O Luverdense precisou apenas do primeiro tempo para liquidar o Volta Redonda, na partida que fechou a quinta rodada do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, no Estádio Passo das Emas, em Lucas de Rio Verde, e vindo de uma goleada de 5 a 1 para o Santos, pela Copa do Brasil, o time do Centro-Oeste fez 3 a 1 ainda no primeiro tempo. O quarto gol saiu na etapa final.

O jogo teve dois destaques: um foi o lateral-direito do Luverdense, Itaqui. Considerado o melhor de sua posição no Campeonato Gaúcho deste ano, jogando pelo modesto Avenida e contratado pelo time de Mato Grosso, ele marcou um gol olímpico e cobrou as faltas que originaram os outros dois gols de sua equipe no primeiro tempo. Ele foi substituído no segundo tempo, logo após o time da casa marcar o quarto gol.

O outro foi o goleiro Douglas, do Voltaço. Apesar dos gols quatro sofridos, o arqueiro teve uma atuação destacada, evitando ao menos quatro gols do adversário.

Com o resultado, o Volta Redonda permaneceu com seis pontos, fora do G-4, enquanto o Luverdense chegou à mesma pontuação. O Ypiranga (RS) também tem seis pontos. O próximo jogo do Volta Redonda será sábado, contra o Bragantino, no sábado, no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira.

Encurralado

Pressionado pelas derrotas consecutivas pela Série C e Copa do Brasil, o Luverdense partiu com tudo para cima do Volta Redonda, que teve uma atuação desastrosa na etapa inicial, levando três gols de bola parada. O time de Mato Grosso abriu o placar aos 26 minutos, na cobrança de um escanteio. A bola foi direto para os fundos da rede, num gol olímpico.

O Volta Redonda até pareceu que poderia resistir à pressão, empatando com um gol de Rodrigo Andrade quatro minutos depois, em pênalti sofrido por Dija Baiano. A marcação provocou reclamações do Luverdense, inclusive da diretoria, ao final do primeiro tempo.

Mas, encurralado, o Voltaço viu o time da casa ampliar sem fazer muito esforço. Aos 36, após cobrança de falta por Itaqui, Paulo Renê concluiu e fez 2 a 1. Sete minutos depois, outra falta, outra cobrança de Itaqui e bola nos fundos da rede de novo, agora com André Ribeiro.

Douglas evita vexame

No segundo tempo, o time do Luverdense manteve o ritmo, enquanto o Volta Redonda seguia perdido dentro de campo, praticamente sem incomodar o goleiro Diogo Silva. Por falar em goleiro, o vexame poderia ter sido maior se não fossem as defesas arrojadas de Douglas pelo Tricolor de Aço. O goleiro só não conseguiu evitar o quarto gol, marcado aos 11 minutos por Lucas Braga, numa bomba de fora da área, mas foram pelo menos quatro grandes defesas no segundo tempo.

Atônito, o técnico Marcelo fez alterações no Volta Redonda, como a saída do nulo Jhuliam para a entrada de Romarinho, a troca de Dija Baiano por Núbio e a entrada de Luiz Paulo, mas não foi o suficiente para mudar o ritmo do time.

Com a goleada consumada, o Luverdense diminuiu o ritmo, visivelmente se poupando para o segundo jogo contra o Santos, em que tem mínimas possibilidades de inverter a vantagem. Mesmo assim, ainda houve tempo para que Douglas fizesse duas defesas espetaculares em conclusão de Paulinho e Kaique. Mas, para os torcedores do time de Lucas de Rio Verde, independente do resultado na Copa do Brasil , o Luverdense lavou a alma contra o Esquadrão de Aço. Já o Voltaço precisa se reavaliar. O time demonstra fragilidade excessiva para uma competição deste porte.

- A gente vem jogando bem, mas os resultados não apareciam. Desta vez veio uma vitória para nos dar confiança na Série C – disse Paulo Renê, do Luverdense, ao final da partida.

O goleiro Douglas lamentou a derrota: “Estou muito chateado. Nosso time não foi bem, tomou uma goleada. O Luverdense foi superior”, reconheceu o arqueiro.

Já o técnico do Voltaço, Marcelo Salles, atribuiu a derrota às falhas do time nos lances de bola parada. Ele ainda achou (acredite) que o time não jogou mal. “No todo, a atuação não foi ruim. Tomamos três gols de bola parada, o que não temos que ficar lamentando, mas é algo que não pode se repetir”, disse o treinador.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:22 Polícia