segunda-feira, 17 dezembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Jogador revela oferta de suborno na Copinha

Denúncia partiu de atacante do Estanciano, time que estava no grupo do Voltaço

11/01/2018 17:19:59

Uma denúncia de tentativa de suborno está agitando a Copa São Paulo de Futebol Júnior, mais conhecida como Copinha. O atacante Daniel, do Estanciano de Sergipe, revelou tentativas de suborno de duas pessoas que, segundo ele, se diziam ligadas a um grupo chinês. A oferta teria incluído outros dois jogadores (André e Caio): R$ 2 mil a cada para perder para o time da Itapirense, além de R$ 500 por cada pênalti que fosse cometido por eles na partida contra o time local. O Estanciano estava no mesmo grupo que o Voltaço na primeira fase da competição. O time da cidade do aço se classificou para a segunda etapa da Copinha vencendo a equipe sergipana por 2 a 0, na tarde da quarta-feira.

"Eles comentaram que dariam o dinheiro na nossa mão antes ou depois do jogo. Eram R$ 2 mil para perder. Se fizesse pênalti, davam mais R$ 500. Em nenhum momento chegamos a pensar em aceitar. Ficamos com medo. Pegamos a gravação e passamos para os nossos responsáveis", disse Daniel ao canal de televisão 'EPTV'.

Além de dinheiro aos atletas, teriam sido propostos R$ 7 mil para o técnico do Estanciano, Ricardo Pereira, mais passagens aéreas para ele ver a filha, e R$ 30 mil para o clube. Incomodado, o treinador pediu demissão antes do segundo jogo (contra o Fortaleza) e acusou o presidente Sidney Araújo de tentar vender a primeira partida, intermediando o contato dos supostos empresários com ele e, depois, com três atletas.

Sidney negou qualquer ligação e pediu afastamento do cargo para se defender das acusações. Apesar do placar de 3 a 2 para a Itapirense, como pedido pelos aliciadores, todos do clube sergipano garantem ter recusado a proposta, que teria partido de pessoas ligadas a um site estrangeiro de apostas.

"Não é coisa de gente honesta. O Estanciano é um clube carente, que necessita de ajuda, mas em nenhum momento precisamos disso para mostrar futebol. Temos meninos que estão sonhando e trabalhamos com honestidade e humildade", disse Daniel.  

O caso já está na Federação Paulista de Futebol, que tem um Comitê de Integridade para investigar supostas manipulações de resultados. O técnico Ricardo Pereira também disse que, antes de voltar para Sergipe, fez uma denúncia sobre o ocorrido à Polícia Federal.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:37 Cidades