terça-feira, 11 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Granato anuncia pré-candidatura prometendo fim de terceirizações

30/07/2020 12:35:24

O vereador Washington Granato (Solidariedade) anunciou nesta quinta-feira (30), oficialmente, que é pré-candidato a prefeito de Volta Redonda. Em uma transmissão através de suas redes sociais – prejudicada pela qualidade do som do ambiente na sede do partido –, em razão da pandemia de Covid-19, ele prometeu que, caso seja eleito, irá acabar com as terceirizações no serviço público, classificando as mesmas como “um fracasso”, apesar de, ao mesmo tempo, acreditar que, principalmente os próximos dois anos, serão muito difíceis em razão dos reflexos da Covid-19 na economia.

“Paga-se muito por um retorno ruim”, disse o pré-candidato.

Ele também informou que já conta com apoio de “quatro ou cinco partidos”, quando comentou a respeito de alianças para fortalecer a candidatura. Com a ressalva que nem todos os pré-candidatos estão definidos, o vereador afirmou, sem mencionar quem, que tem um “vice de coração”, que, segundo ele, seria um “vice exemplar”, mas deu a entender que a indicação será dos partidos que o apoiarem. “Mas não sou ver refém de partido, não tem acordo escuso”, acrescentou.

Ao abrir a live, Granato fez um resumo de sua trajetória, afirmando que já foi aprovado pela população ao ser reconduzido à Câmara. Falou da família e disse ter orgulho de ser “um político honesto”. Disse também ser um dos mais experientes entre os integrantes do Poder Legislativo. “Conheço como poucos a máquina pública”.

Disse ainda o pré-candidato que se considera “extremamente preparado” para governar a cidade no período pós-pandemia, prevendo momentos difíceis, mas “possíveis de serem vencidos”. Ele destacou ainda que a crise sanitária exigirá uma cidade solidária, mas assegurou que, caso seja eleito, fará um governo voltado a gerar oportunidade de trabalho para jovens e mulheres. Para estas, falou em criar creches em tempo integral para que elas possam trabalhar.

O pré-candidato anunciou ainda que fará um plano de governo participativo, fez uma abordagem superficial sobre mobilidade urbana e cultura, e se dedicou mais a questões administrativas, embora sem poder se aprofundar em algumas delas, como a questão do funcionalismo. Neste item, afirmou que a aplicação do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) do funcionalismo vem “sendo enrolado”, previu que o próximo governo herdará uma dívida bem maior do que o atual recebeu, criticou o parcelamento de salários e previu também que o próximo governo vai assumir com salários atrasados.

Autor da lei que municipalizou o Restaurante Popular de Volta Redonda, Granato deu a entender também que, sendo eleito, pretende instalar também um equipamento idêntico no Retiro.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:18 Esporte