domingo, 11 abril 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Governo decide comprar vacinas da Pfizer e da Janssen

Acordo com a Pfizer já foi anunciado

03/03/2021 18:55:45

A pressão de prefeitos e governadores, além da aprovação de um projeto de lei no Congresso Nacional para destravar a compra de vacinas, levou o governo federal a se mexer. Nesta quarta-feira (3), o Ministério da Saúde decidiu fechar contrato para a compra das vacinas da Pfizer e da Janssen (braço farmacêutico do laboratório Johnson & Johnson).

O acordo com a Pfizer já foi confirmado e segue agora para assinatura final do contrato. A previsão é de 99 milhões de doses: 9 milhões até junho, 30 milhões até setembro e 60 milhões até dezembro. Uma nova reunião ocorreu também com a Janssen nesta quarta-feira.

A previsão de fechar o acordo também foi apresentada a representantes da Confederação Nacional dos Municípios, que esteve em reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Estados e municípios têm anunciado consórcios e a retomada de negociações para obter vacinas, devido à demora do governo federal.

"Vamos fazer uma divulgação conjunta de um documento mostrando que estamos nessa fase da negociação. A proposta de cronograma que está sendo apresentada para nós é uma boa proposta, e a partir de agora a gente segue os trâmites de fazer esse contrato o mais rápido possível", disse Pazuello em vídeo divulgado após a reunião pela assessoria do ministério.

Após o encontro com a Pfizer, Pazuello se reuniu com representantes da Janssen, empresa do grupo Johnson&Johnson. A proposta da Janssen seria de fornecimento de 38 milhões de doses no segundo semestre. Um dos pontos da negociação é a instalação de um parque de produção do laboratório no Brasil.

A vacina da Pfizer é a única que tem registro definitivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A da Janssen recebeu aprovação de autoridades sanitárias de outros países. Outras vacinas avaliadas pela Anvisa — como a CoronaVac e de Oxford, as duas que atualmente estão sendo aplicadas no Brasil — receberam somente a autorização para uso emergencial.

O país vive o momento mais grave da pandemia, com relatos de colapso no sistema de saúde em diferentes estados e recordes sucessivos de mortes por Covid-19, o que tem aumentado as críticas à pasta ao governo pelo atraso nas negociações para obter as vacinas. Nesta quarta, segundo o próprio Ministério da Saúde, 1.910 mortes por coronavírus foram registradas em todo o país. Com informações do Uol e G1. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:30 Esporte