terça-feira, 22 outubro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cultura

Eric Maroni, o músico de Angra que compõe e canta em inglês

06/08/2019 18:27:21

Fazer sucesso cantando em português não é fácil. Que tal, então, em inglês, e ainda mais compondo suas próprias músicas? Pois este é o desafio que o músico Eric Maroni, de Angra dos Reis, chamou para si mesmo. Aos 19 anos, ele está divulgando seu trabalho nas diversas plataformas digitais.

Fã de bandas como Coldplay e U2, o músico conta que cantar não fazia parte de seus planos até participar de um espetáculo teatral em sua cidade. “Na peça eu precisava cantar. E gostei”.

Gostou tanto que chegou ao ponto de frequentar aulas de um cursinho pré-vestibular com fones de ouvido, ouvindo suas canções prediletas. “Até que um dia o fone estragou e eu fiquei com as músicas na cabeça. Até então, eu não tinha tanto interesse por música”, lembra.

E, como uma coisa leva a outra, foi no cursinho que ele - atualmente estudando Direito - conviveu com um professor, Vitor Soares, da banda All The Postcards. “Perguntei o que era preciso pra gravar uma música e ele me contou que tinha um estúdio. Fechamos para eu gravar um EP”, conta Eric.

E por que em inglês? O músico conta que sempre admirou a língua estrangeira. Tanto que começou a aprender sozinho, assistindo filmes.

- Quando entrei num curso de inglês, já tinha uma base. Aí eu pensei: vou ver se consigo compor em inglês. E foi assim. Criar em outra língua, compondo, a gente também aprende. Mas, futuramente, quero lançar um EP em português – afirma.

O músico de Angra explica que vem lançado ao pouco suas próprias composições. A mais recente, “Home”, está no ar desde a segunda-feira.

Apresentações ao vivo, pelo menos por enquanto, não fazem parte dos planos de Eric Maroni, que, humilde, ainda prevê um longo caminho pela frente: “No momento, quero passar minha mensagem. Não sou um mestre da música, que pega um violão e tira qualquer uma [música] que quiser”.

Mas é claro que ele aposta na capacidade que a tecnologia criou de artistas fazerem sucesso e terem reconhecimento sem depender, como antigamente, de ter um padrinho para ingressar numa gravadora. “A internet criou um ambiente mais democrático”, destaca Eric, lembrando os inúmeros exemplos de artistas que surfam na onda do sucesso após explodirem nas plataformas digitais. Paciente, ele aguarda a sua. (Foto: Divulgação)

 

 

 

 

 

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:51 Economia