domingo, 15 setembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Em vídeo, Samuca reforça importância de empréstimo de R$ 80 milhões

30/08/2019 08:57:58

O prefeito de Volta Redonda Samuca Silva postou um vídeo em redes sociais, no qual reafirma a importância para a cidade da aprovação, pela Câmara de Vereadores, de um empréstimo de R$ 80 milhões solicitado pelo Executivo e aprovado pela Caixa. Num pronunciamento de cerca de seis minutos, ele justifica a iniciativa “para melhorar a qualidade de vida” da população.

Segundo ele, atualmente a capacidade de investimento da prefeitura com recursos próprios “não chega a 1% da arrecadação direta corrente municipal”.

- Reafirmo que na prefeitura de Volta Redonda o dinheiro tem, o que faltava era gestão – diz Samuca.

Reafirmando que assumiu o governo com uma dívida de R$ 1,7 bilhão, o prefeito enumera pagamentos que, segundo ele, veem sendo feitos ao longo dos últimos anos e que, somente em 2019, o total destes pagamentos chegará R$ 75 milhões. “Se não tivéssemos que pagar tantas dívidas a cidade estaria bem melhor”, afirma. “Mas, destaco: não fechamos nenhum ponto de atendimento no serviço público, ao contrário, ampliamos”, acrescenta, citando como exemplo o Hospital do Idoso e a reabertura do Restaurante Popular, entre outros.

Depois de ressaltar que a arrecadação da cidade foi elevada de R$ 812 milhões para cerca de R$ 940 milhões, sem aumento de impostos, o prefeito cita que o déficit financeiro foi reduzido de R$ 108 milhões de quando ele assumiu o cargo, para aproximadamente R$ 68 milhões. Sem citar nomes, ele diz que “o descontrole de governos anteriores” colocou Volta Redonda numa “lista negra”, como, exemplificou, do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

- Das últimas seis contas, por exemplo, quatro foram reprovadas por este tribunal. No entanto, no nosso governo isso foi diferente, já em 2017, na primeira avaliação, tivemos as contas aprovadas, o que mostra a nossa responsabilidade com a gestão pública – prossegue ele no vídeo, ressaltando que Volta Redonda tornou a ter crédito com os bancos.

De acordo com o prefeito, os R$ 80 milhões a serem contraídos em empréstimo com a Caixa não afetam as contas municipais. Reafirmando que o dinheiro será usado para pavimentação de ruas, troca de iluminação pública por lâmpadas de LED e outras intervenções, como a construção de um novo acesso ao bairro Santo Agostinho, pela Rodovia Lúcio Meira, Samuca disse também que os recursos serão aplicados na reabertura do Hospital Santa Margarida, adquirido pelo município em leilão, e preparar a infraestrutura do polo metalmecânico, importante para a geração de empregos.

- É hora de reconstruir o município e este crédito junto à Caixa é importante para a nossa cidade – acrescenta Samuca, que explica a decisão de fazer o pronunciamento na rede social com o fim de, segundo ele, combater “fake news que estão sendo espalhadas nas redes sociais”, o que ele atribui ao fato de ter eleição para o Palácio 17 de Julho em 2020.

- Lembro que a eleição é só no ano que vem e atores políticos que só pensam no poder esperam que este investimento não seja realizado na cidade. Sabe por quê? Porque estão pensando no pleito eleitoral que é só no que vem.

A mensagem do prefeito pedindo autorizar para assinar o contrato de empréstimo está na Câmara, tendo sido entregue pessoalmente por ele na sede do Legislativo. (Imagem: Reprodução vídeo)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

13:29 Polícia